!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

26.5.17

Estágio em Ortopedia: Muito Obrigada!


Quando comecei, em maio do 1º ano da minha licenciatura em Enfermagem, a estagiar, disse a mim mesma que não escreveria posts de agradecimentos até ao derradeiro estágio profissional do 4º ano. Isto porque, ao longo do curso, irei estagiar em muitos sítios, pelo que, se fosse agradecer a todos os serviços que já me acolheram e ainda me vão acolher, seria a única coisa que leriam neste blog. Comprometi-me a ir partilhando posts sobre a minha experiência em vários serviços, mas não a escrever a agradecimentos a todos. Contudo, depois de estagiar em Ortopedia, sei que tenho que deixar um agradecimento que, dado o meu blog ser anónimo, muito provavelmente não vai ser chegar aos profissionais desse serviço mas, pelo menos, é uma etapa feliz que fica registada no meu blog. 

Só há uma palavra para descrever este estágio: gratidão! Gratidão por ter tido a oportunidade de ser orientada por uma equipa fantástica de profissionais de saúde, que se disponibilizaram sempre para tirar as nossas dúvidas, que nos apoiaram e que nos incentivaram sempre a ser melhores. 

Sinto-me uma sortuda por tido os orientadores que tive. Pela primeira vez em muitos estágios, pude realmente usufruir a 100% da experiência de trabalhar num hospital, sem pressões de estar a ser avaliada, e sem sentir que estava constantemente a ser posta à prova. Os orientadores fizeram sempre questão de nos pôr à vontade, para que não nos sentíssemos tão stressados. Obviamente que houve exigência ( e eu não gostaria deste estágio se não houvesse), porém o ambiente de descontração que criaram proporcionou-me um aprendizagem muito mais aprofundada e um aperfeiçoamento muito maior da prática. 

Graças aos profissionais deste serviço, cresci muito mais a nível pessoal e profissional, ganhei mais confiança nas minhas capacidades ( algo que me faltava uma vez que, por vezes, sou bastante insegura), mais desinibição e mais " à vontade" para lidar com doentes e os seus respetivos familiares. 

Como sabem, o meu estágio anterior foi em Oncologia. Não sei se já vos disse, mas não gostei muito dos orientadores. Gostei dos outros profissionais da equipa desse serviço, mas não gostei da forma como os dois enfermeiros orientadores nos orientaram ( não tenho medo de escrever isto aqui e de um dia lerem, eles próprios já ouviram as críticas que lhes vou dar pelo meu próprio grupo). Pressionavam-nos muito, estávamos sempre a aprender sob pressão, sempre a ser " bombardeados" de perguntas, e nunca nos incentivavam, só nos apontavam defeitos. Eles diziam que para serem exigentes tinham que ser assim mas, na minha opinião, é possível ser exigente sem ser mau. E os meus orientadores de Ortopedia provaram isso.

Andei um pouco desmotivada durante algum tempo. Porém, quando comecei a estagiar em Ortopedia, parece que renasci. Pela primeira vez em muito tempo, ia para lá alegre, confiante e, sobretudo, feliz. Aprendi muito, fiz muitos procedimentos novos, aprofundei os meus conhecimentos, não só a nível geral como de Ortopedia e, acima de tudo, evoluí imenso, ser ser pressionada, sem sentir medo, e na mesma com exigência. Em vez de me estarem sempre a apontar defeitos, deram-me críticas construtivas, incentivaram-me sempre, nunca me humilharam nem menosprezaram e, sobretudo, acreditaram sempre nas minhas capacidades, mesmo quando eu não acreditava.

Por isso, aquilo que gostaria de deixar aqui é um grande " OBRIGADA!"  à equipa de profissionais de Ortopedia que me orientou, e um obrigada ainda mais especial aos meus orientadores.  Saio deste serviço para outros estágios que também me irão enriquecer, mas com saudades e  a certeza de que não encontrarei uma equipa tão fantástica como esta.

6 comentários:

  1. Não imagino o que será passar por um estágio, mas realmente deve ser difícil quando os orientadores não colaboram! Que bom que em Ortopedia correu tudo bem!
    THE PINK ELEPHANT SHOE // GANHA UM MEGA CABAZ DE VERÃO

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo difícil, especialmente quando os orientadores nos fazem a vida negra!

      Eliminar
  2. É incrível como, por vezes, as pessoas que se cruzam connosco podem fazer toda a diferença! Fico muito contente que esse estágio tenha corrido tão bem e que tenhas tido a sorte de ter orientadores que te motivaram, ao mesmo tempo que eram exigentes. De certeza que crescente muito mais assim, e vais ser uma melhor profissional por isso :)

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo! Sim, cresci imenso neste estágio, a nível pessoal e profissional, e em grande parte devido aos fantásticos orientadores que tive :).

      Eliminar
  3. Que bom ler isto, Cherry! Ainda bem que este tipo de coisas te alegram em relação ao teu curso! E tens toda a razão, não é necessário ser-se rude para nos incentivarem a melhorar as nossas capacidades! No meu curso, esse é um fator bastante importante, porque quando nos deitam abaixo, nós vamo-nos mesmo abaixo, sem sombra de dúvida.
    Muito sucesso, Cherry! Tenho a certeza que o terás!
    Beijinhos,

    LYNE

    ResponderEliminar