!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

7.6.17

10 coisas que os miúdos hoje em dia tomam por garantido


É impressionante como em apenas 10 anos muita coisas mudou. A minha infância em nada se compara à infância das crianças de agora. Grande parte destas mudanças foram causadas pelo avanço da tecnologia.

Ao escrever este post, senti-me velha muitas vezes, porque dei por mim a escrever coisas como " no meu tempo..." e a pensar no quão diferente as coisas são agora. Todos os miúdos ( quando falo em miúdos, refiro-me tanto a crianças como adolescentes) atualmente têm os seus problemas e dificuldades, mas tomam muitas coisas por garantido que, há apenas uns anos atrás, eram um pouco mais difíceis.


1. Entretenimento constante: As crianças de hoje em dia parecem que, se não estiverem a receber estímulos e atenção constantemente, ficam facilmente aborrecidas. Têm que ter sempre algum brinquedo na mão, algum videojogo, ipad ou televisão. No meu tempo ( que foi há cerca de 10 anos), quando não tínhamos nenhum brinquedo, televisão ou videojogo à mão, acabávamos sempre por inventar alguma coisa para fazer. Uma vez, eu e a minha prima construímos uma casa de bonecas a partir de livros. Noutra vez, fomos para o jardim fazer construções na terra. Atualmente, há tanta preocupação para manter as crianças entretidas que é deixado pouco espaço para a imaginação.

2. Novas roupas: Hoje em dia, a roupa é acessível a qualquer um. Existem marcas caras, obviamente, mas também existem inúmeras lojas que têm roupa muito barata. Quando eu era criança, até aos meus 6 anos, a roupa de criança era extremamente cara, pelo que muita das peças de roupa que eu tinha já tinham sido usadas previamente pela minha prima. Claro que também tinha roupa comprada exclusivamente para mim, mas não tanta como as crianças têm hoje em dia.

3. 120 canais ou mais na televisão: Eu ainda sou do tempo em que a maior parte das pessoas só tinha 4 canais na televisão ( RTP1, RTP2, SIC e TVI). Dá para acreditar como é que nos conseguíamos entreter com tão pouca escolha? Só quando eu tinha 8 anos é que comecei a ter acesso a mais canais, mas ainda assim não tantos como hoje. Hoje em dia, qualquer pessoa tem uma box com, no mínimo uns 50 canais, ou seja, têm muita escolha. Os miúdos hoje em dia não sabem o que é ter que acordar às 6 h da manhã para ver desenhos animados porque, atualmente, já existem canais próprios para crianças que passam desenhos animados 24 horas.

4. Internet rápida: Eu ainda me lembro de quando uma página da Internet demorava 10 minutos a carregar. Isso agora seria absurdo, é difícil acreditar que em tempos já foi assim.

5. Wi-Fi: Nos dias de hoje, é possível aceder à Internet em qualquer lado, muitas vezes até de graça ( como em cafés e restaurantes). Mas, em tempos, a Internet era só por cabo, e demorava séculos a ligar! Era preciso uma paciência enorme para esperar que aquela merda ligasse. Agora, em poucos segundos, é possível obter uma boa conexão à net.

6. Dados móveis: E por falar em Wi-Fi, quando não a temos, a que é que recorremos? Aos dados móveis, pois claro. Porém, há uns anos atrás, era impensável ter Internet no telemóvel, porque esta era caríssima! Eu ainda me lembro de ter o símbolo da net no meu telemóvel e, de cada vez que clicava nele acidentalmente, saía logo com medo de os meus pais me ralharem por receberem logo uma conta enorme.

7. Falar horas ao telemóvel: Nos dias que correm, qualquer miúdo tem um tarifário que lhe permite falar horas  e mandar sms ilimitadas para pessoas da mesma rede ou mesmo de todas as redes. Contudo, essas tarifas nem sempre existiram ( e, quando passaram a existir, eram caras). Quando andava no 5º ano, eu não tinha qualquer tarifário, portanto todas as chamadas custavam-me 0.60 cêntimos por minuto e as sms 0.30 ( ou 0.10, agora já não me lembro). Recordo-me perfeitamente de ter inveja das poucas pessoas que já tinham esses tarifários.

8. Ter o seu próprio computador/tablet: Qualquer criança e adolescente tem o seu próprio computador ou tablet. Mas isso nem sempre foi assim. Eu só tive o meu primeiro tablet aos 16 anos, e o meu próprio computador aos 18, quando entrei para a universidade. Até lá, só existia um PC em casa, que tinha de partilhar com o meu pai, e na casa dos meus primos também só existia um computador, pelo que nós andávamos sempre à luta por este e até chegámos a criar um horário com as horas a que cada um tinha direito de ir para lá ahahahaha ( kids today will never understand these struggles).

9. Saber imediatamente o nome de uma música: Desde que a aplicação Shazam apareceu, que é uma maravilha! Vais no rádio a ouvir música, encontras uma que gostas mas que não sabes o nome, mas não há problema, é só encostar o telemóvel ao rádio e já sabes qual é o nome desta. Mas eu agora vou dar uma de velha, mais uma vez, e vou dizer: isto no meu tempo não era assim! No meu tempo, se ouvias uma música na rádio mas não sabias o nome, eram muitas horas de investigação, a sondar amigos, a pesquisar a letra na Net,...

10. Ter um smartphone: Parece que agora todas as criança têm um smartphone. Eu só tive o meu primeiro telemóvel aos 10 anos, e foi por viajei com a escola para Fátima, porque senão não tinha nenhum. Além disso, tudo o que podemos imaginar os smartphones fazem, como ver vídeos, filmes e séries, jogos,... Eu ainda sou do tempo em que um telemóvel só dava mesmo para telefonar e mandar sms.


E vocês? Quais acham que são as coisas que os miúdos hoje em dia tomam por garantido?

11 comentários:

  1. E eu que nunca tive um tablet! Ahah. Concordo totalmente contigo, em pouco tempo as coisas mudaram e muito. Ainda me lembro do tempo e da barulheira que a internet por telefone fazia a ligar! Agora também me sinto velha xD
    Beijinhos, The Fancy Cats

    ResponderEliminar
  2. Opa, este post foi tão verdade minha querida. Ainda me lembro de ligar o computador só para pintar no paint, internet era coisa de ricos!
    THE PINK ELEPHANT SHOE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu passava a vida no paint, que saudades ahahaha xD

      Eliminar
  3. Interessante como quase todas essas coisas são relacionadas com a tecnologia. Realmente houve um grande avanço tecnológico nestes últimos anos e, por isso, o que na nossa época parecia impensável, para os miúdos de hoje em dia é uma realidade.
    Como disseste, o simples smartphone que hoje em dia quase toda a gente tem, não existia há uns anos. Ainda me lembro quando tinha aquelas sms grátis e era quase só para isso que eu usava o telemóvel (além de ligar para os pais).
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo, é incrível que a tecnologia influenciou a nossa vida.

      Eliminar
  4. Identifico-me tanto com os dois primeiros parágrafos!

    ResponderEliminar
  5. A partir do momento em que miúdos da minha sala (com 4/5 anos) têm tablets maiores e melhores que o meu está tudo dito!! Eu só tive o meu primeiro tablet aos 22, quando comecei a trabalhar e paguei por ele. O meu primeiro portátil era usado a meias com o meu pai. Só tive mais do que 4 canais na adolescência e o hi5 (onde isso já vai!!) só surgiu na minha vida aos 15 anos. As crianças (incluindo os adolescentes) hoje em dia não dão valor a muitas coisas porque não precisam esforçar-se para tê-las. A verdade é que a nossa geração ainda hoje se sabe divertir sem novas tecnologias. Falo por mim... posso passar um dia inteiro a ler que não me chateio!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também só criei um hi5 aos 15 anos.
      Eu também consigo passar um dia inteiro a ler, e é tão bom :).

      Eliminar
  6. Ohhh, eu também recebi o meu primeiro telemóvel aos 10!! E o meu primeiro portátil foi aos 16/17!!
    Esta publicação é tão verídica e sincera! Recordo-me de que tive de utilizar imensas vezes as bandas largas, por causa da internet, e que quando o tarifário terminava, era uma tristeza, ahahah. E realmente, quando se tinham apenas quatro canais, parece que se via mais programas e com muito mais qualidade!

    LYNE

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter Internet era um luxo naquele tempo!
      Sim, hoje em dia, há tanta escolha, mas com tanta variedade, muitos programas perderam qualidade, infelizmente.

      Eliminar