!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

12.1.17

5 boas maneiras que precisamos de "ressuscitar"


A evolução é algo bom mas, por vezes, há coisas importantes que desaparecem com esta, como é o caso de certas boas maneiras. A sociedade têm-se tornado cada vez mais fria e rude, deixando para trás algumas atitudes e comportamentos que ainda são relevantes nos dias de hoje.

Ter boas maneiras é importante, e não é preciso assim tanto esforço para as fazer. Aqui estão as boas maneiras que, na minha opinião, devemos "ressuscitar".


1. Dizer "por favor" e "obrigada": Como já disse aqui, " por favor" e "obrigada" foram das primeiras palavras que a minha mãe me ensinou, tal é a importância delas. Dizer estas palavras não é apenas sinal de educação, é sinal de senso comum. É sinal que estamos a pedir algo a alguém, que reconhecemos o esforço dessa pessoa, e estamos agradecidos por ela nos ajudar. Ainda assim, muitas pessoas eliminam estes vocábulos do seu dicionário, por razões que não compreendo.

2. Segurar portas para as pessoas passarem: Isto não é algo que só os homens devem fazer. É algo que toda a gente deve fazer. A outra pessoa agradece e, certamente, irá sair/entrar com um sorriso na cara.

3. Dar o teu lugar de autocarro a pessoas que necessitem: Não só a grávidas e a idosos, mas a todos aqueles que precisem mesmo, como estudantes carregados de livros, pessoas carregadas de compras, com bebés ao colo...

4. Ser pontual: Não me refiro apenas a compromissos importantes e/ou de trabalho, mas também a eventos sociais. Chegar atrasado não é estar moda, é ser rude. Por isso, aparece sempre no sítio combinado, à hora combinada.

5. Pedir para sair da mesa: Isto não se aplica apenas a crianças num jantar de família, mas também aos adultos, em qualquer circunstância, mesmo num jantar informal de amigos. Esta atitude mostra carinho e respeito pelas pessoas com quem estás a almoçar ou a jantar.


E vocês? Quais é que acham que são as boas maneiras que devem ser "ressuscitadas"?

9 comentários:

  1. Confesso que as duas últimas nem sempre cumpro...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não são as mais fáceis de cumprir, de facto. Eu cumpro, mas compreendo que seja difícil.

      Eliminar
  2. Cá em casa cumprem-se todas. Quando está o avô é ao av´^o que pedem licença para sair da mesa. Quando estamos só nós é a nó pais. Também fui educada assim. E, curiosamente, a pessoa que trabalha todos os dias comigo como, uma espécie de secretário, é das poucas pessoas que vejo cumprir regras semelhantes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ter colegas com uma educação semelhante à nossa ajuda imenso no ambiente de trabalho!

      Eliminar
  3. Cumpro todas, menos a última. Acho todas muito importantes e de muito bom tom :)

    ResponderEliminar
  4. Para mim, o que me faz mais confusão é de facto as pessoas deixarem de usar o "obrigado" e o "por favor". Irrita-me bastante e não entendo o porquê?! É tão fácil ser simpatico e as pessoas parece que já não se importam com os outros, fazem tudo à maneira deles e estão-se a marimbar para os outros! É sem duvida o que mais me irrita e preocupa!!

    Beijinhos!!
    Black Rainbow / Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exato, é tão fácil dizer estas duas simples palavras e ser um pouco simpático, não custa nada!

      Eliminar
  5. Faço todas excepto a última porque lá em casa não ligamos muito a isso mas é certo que não saímos da mesa sem todos termos terminado de almoçar/jantar.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar