!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

2.9.15

ERA: A minha experiência no Secundário.


No início do ano letivo, muitos alunos vão transitar do Básico para o Secundário. Muitos alunos estão nervosos por as médias começarem a contar para a entrada na universidade, estão ansiosos e com mil e uma dúvidas sobre como será o Secundário, se será muito diferente do Básico... Por isso decidi fazer este post para esclarecer as dúvidas e ajudar os alunos que vão este ano entrar no secundário. 

Em primeiro lugar, o Secundário não é nenhum bicho de 7 cabeças. Quando entram no Secundário, ouvem todas aquelas histórias de que " sabes aquela aluna que tinha 5 a tudo no Básico? Chegou ao Secundário e só tira 12", ouvem também que é muito difícil e que muita gente não entra no curso que querem por umas décimas... Esqueçam essas histórias de "terror"... Embora as pessoas que contam estas histórias tenham boas intenções e só estejam a tentar ajudar-vos, o Secundário não é assim tão assustador como parece. É díficil , mas com esforço e dedicação tudo se consegue.

Apesar de o Secundário  não ser tão díficil como muitos fazem parecer, não é o Ensino Básico. Com isto quero dizer que não estejam à espera que haja os facilitismos que havia no Básico. Para começar, a escala é maior: no Básico era de 1 a 5 e no Secundário é de 1 a 20. Os testes também já não vão ser avaliados de 1 a 100%: serão avaliados também com a escala de 1 a 20.É normal que no ínicio achem que não estão a tirar as notas que tinham no Básico, mas quando se adaptarem à escala, vai ser mais fácil. Contudo, uma escala maior significa mais exigência:por exemplo, poderão tirar 17 em vez de 18 a uma determinada discilpina, porque um aluno participa mais nas aulas do que vocês.

Para vos ajudar a compreender melhor esta escala, vou mostrar-vos uma conversão possível da escala do Secundário para a escala do Básico ( não é uma conversão exata, é só para vocês terem uma ideia):

1 a 5 valores- 1

5 a 10 valores-2

10 a 14 valores-3

15 a 17 valores-4

18 a 20 valores-5

Pus aqui esta conversão para vos ajudar a compreender as notas, mas quando estiverem no Secundário, passado algum tempo já estarão habituados à escala de 1 a 20 , e já nem pensarão nesta conversão.

Apesar de as mudanças não serem tão radicais como muita gente o faz parecer, o secundário exige muito estudo. Se no básico tinham muitas atividades extracurriculares, pensem em abandonar algumas agora. Se antes saíam muito com os amigos, agora terão de reduzir o número de saídas. A verdade é que vão passar muitas horas a estudar no Secundário. A grande diferença no Secundário é que, enquanto no Básico  estudavam 10 páginas para um teste, no Secundário têm de estudar 40 ou 50 páginas para um teste, no mínimo ( isto porque já me chegou a sair 100 páginas para um teste de Biologia).

Vou falar agora um bocadinho do meu percurso no secundário. Eu frequentei o curso de Ciências e Tecnologias que, na minha opinião, é um curso muito exigente, uma vez que temos neste curso duas disciplinas muito díficeis, que são Matemática A e Física e Química. Não vou falar das disciplinas que tive neste post, para não ficar muito comprido, depois poderei fazer um post com as disciplinas que tive, se quiserem. Vou apenas falar no geral, do meu percurso nestes três anos.

O 10 º ano foi bastante tranquilo: exigiu muito estudo, mas no geral consegui boas notas. Tinha um horário bastante ocupado (só tinha uma tarde livre por semana), depois ainda tinha explicações a seguir às aulas, mas consegui tirar excelentes notas , aliás foi o ano em que tive melhores notas.

O 11 º ano foi mais complicado e eu considero até que foi o ano mais dífcil do secundário: horário igual ao do ano anterior, mas mais matérias para estudar, mais exigência, primeiro ano de exames... Foi um ano muito duro para mim, desci um pouco a média, mas ainda assim tive boas notas.

O grau de dificuldade do 12 º ano depende do quão bem se saíram no ano anterior: se tiraram boas notas nos exames e não vão repetir nenhum neste ano, vão ter um ano tranquilo, se vão repetir os exames do ano anterior, vai ser um ano igualmente exigente, embora menos cansativo. Eu enquadrei-me no segundo grupo de pessoas, tive que repetir o exame de Física e Química e repeti o de Biologia, só por uma questão de segurança, porque tinha tirado boa nota no ano anterior.Resumindo: fiz, no total, quatro exames num ano (Matemática, Português, Biologia e Física e Química), o que não foi nada fácil. No entanto, acho que o 12º ano foi mais fácil para mim, pois tinha um horário bastante bom ( aulas só de manhã e um dia sem aulas), e recuperei da descida do ano anterior.

26 comentários:

  1. gosto dos conselhos que deste, muita gente vai para o secundário ou extremamente assustada ou a achar que vai ser tudo igual, quando na verdade não é nenhum dos dois. mas é uma questão de adaptação, ao princípio também vi as minhas notas descer um pouco mas ao fim de pouco tempo estava no mesmo nível de sempre e consegui uma média bastante boa ao longo dos 3 anos.
    boa sorte para os próximos passos da tua caminhada (cara futura colega estudante de enfermagem :D ) e boa sorte para todos aqueles que vão para o 10º ano!
    beijinhos, Noelle http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :). É verdade, como já disse o secundário não é nenhum "bicho de 7 cabeças", não há razão para as pessoas ficarem tão assustadas.
      Obrigada querida :). Pois, parece que vamos ser colegas de Enfermagem, mas eu em princípio vou entrar na Universidade do Minho ( e tu vais entrar no Porto, se não me engano) :). Boa sorte para ti também :).

      Eliminar
  2. Para mim o 11º ano foi o mais complicado, deu-me tantas mas tantas dores de cabeça, que quando acabou não queria acreditar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim também foi um ano bastante complicado, fiquei tão feliz quando acabou.

      Eliminar
  3. A meu ver, um dos segredos para se ter sucesso no ensino secundário é entrar nele com alguns objetivos bem definidos e mentalizar-se de que teremos que abdicar de certos "momentos off" para estudar, ainda que nos custe imenso.
    Vou agora para o 12º ano e este ano que passou (11º) foi o mais difícil até agora, especialmente a Matemática A e a Economia A (ao contrário do que muitos julgam, esta disciplina requer conhecimentos de Matemática A, um estudo diário e estar atento às notícias para se ter sucesso).
    Deste muito boas dicas, certamente que irão ajudar muitas pessoas :)

    Cidadã do mundo desconhecido
    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.com/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente contigo :). Acho que é mesmo esse o segredo.
      Já ouvi falar da disciplina Economia A e de facto tens razão, é uma discipina que requer matematical cultura geral e atenção às notícias.
      Obrigada :)
      Boa sorte para o novo ano letivo :)

      Eliminar
  4. Para mim o melhor ano foi o 12º e o pior foi o 11º (isto em termos de estudo/exigências) mas adorei os 3 anos de Secundário e na altura não queria que acabasse :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim o melhor foi o 10 ano e o pior foi como tu, o 11 ano. Eu também adorei, mas confesso que no final já estava morta que tudo acabasse, contudo vou ter muitas saudades dos momentos que passei com os meus amigos.

      Eliminar
  5. Para mim, o secundário não foi um choque brutal ou um bicho de sete cabeças. Eram pessoas novas, matérias mais ou menos novas e um novo fôlego, pronta para começar. Ao contrário de ti, fui para o curso de Línguas e Humanidades. Não para fugir à Matemática, mas porque estava realmente interessada na área. Não se pode comparar os cursos, uns são mais teóricos que outros e vice-versa. No entanto, Línguas e Humanidades é bastante teórico, o que mais cedo ou mais tarde acaba por começar a cansar. E lembro-me que me começou a cansar por volta do 11º ano, quando, ora aí está, começam os exames.
    Chegou o 12º e foi parecido com o 10º, com a excepção daquela pressão em relação às médias para a faculdade. No geral, foram uns três anos tranquilos a nível escolar. Acho que as pessoas dramatizam imenso o estar no secundário. Simplesmente têm que se adaptar a uma nova realidade. E há pessoas que o fazem mais facilmente que outras.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu gostava de ter ido para o curso de Humanidades, mas fui para o de Ciências e Tecnologias por ser mais abrangente. Mas não dúvido que seja um curso teórico e que acabe por cansar.
      Concordo contigo, acho que as pessoas dramatizam muito e o secundário não é assim tão díficil, é apenas mais uma etapa da nossa vida escolar,só que um pouco mais exigente.

      Eliminar
  6. Eu também frequentei o mesmo curso. E até gostei muito, tirando matemática que detestava aquilo.
    Beijinhos

    http://thegoldprint.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também gostei muito, só não gostei de Física e Química,era horrível aquilo!

      Eliminar
  7. Olá Cherry, daqui a Gi mais uma vez a escrever da conta da minha maninha. Estou um bocado preocupada com a passagem para o secundário mas ao ouvir aquilo que disseste estou menos preocupada. Adorei as dicas e pretendo usá-las.
    Gi
    http://agridoceblog.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Fico muito feliz por te ter ajudado :).
      Boa sorte para esta nova etapa :)

      Eliminar
  8. O secundário sempre me deu dor de cabeça :s

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também a mim. Mas também pude conhecer pessoas fantásticas :)

      Eliminar
  9. Olá Cherry! Vou agora para o 12º ano e tenciono repetir os exames do ano passado porque não são as notas que desejava. A maior parte das pessoas diz que sou louca precisamente porque terei o dobro ou mais do trabalho que teria se não o fizesse, mas sei que tenho de o fazer. Apesar de parecer que ninguém (ou quase ninguém) acredita em mim, eu acredito e sei que vou conseguir porque eu quando meto uma coisa na cabeça vou até ao fim com ela. Não sou nem nunca fui pessoa de desistir! No entanto, gostava que pudesses fazer um post em que contasses como foi essa experiência, como te preparaste e em que altura te começaste a preparar, o que tiveste que fazer para fazer melhoria, etc. Começo a ficar com dúvidas quanto à forma como funciona o sistema. Disseram-me que toda a gente pode fazer melhoria e que se a nota que tiveres no novo exame for melhor (arredondada) do que a que tiveste no final na disciplina ficas com a nota do exame, mas se não for melhor que a nota da disciplina mas mesmo assim conseguir ser melhor que a do exame anterior podemos usá-la na mesma para candidatura à universidade, certo? Desculpa se te deixei confusa... Beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Se não ficaste satisfeita com as notas que tiraste, acho que deves repetir. Não perdes nada :). E tenho a certeza que vais conseguir, já vais com mais maturidade, pelo que estou a ver com mais determinação, tenho a certeza que vais alcançar os teus objetivos :).
      Em breve vou fazer os dois posts que pediste para esclarecer as tuas dúvidas :) Ia explicar-te por comentário, mas achei melhor fazer um post para perceberes melhor. Quando publicar os posts que pediste, eu aviso-te :).

      Eliminar
  10. Para mim o 11º foi mesmo o pior de todos! Nunca mais acaba, já o 12º foi uma maravilha! ;)
    Boa sorte para a entrada na universidade querida, vais adorar. E eu estarei por aqui para saber das tuas próximas aventuras.

    Beijinho, Flávia
    http://pausanoestudo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi exatamente como eu!
      Obrigada :). E eu estarei aqui para te por a par das minhas aventuras :)

      Eliminar
  11. Mais um ano e depois vou para o Secundário e com este post, posses-te-me mais aliviada em relação ao mesmo. Obrigado por partilhares a tua experiência. :)

    http://mylittlesecretworld15.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Fico muito feliz por te ter ajudado :)

      Eliminar
  12. Olá Cherry é a Gi. Nomeei-te para responderes a uma Tag no meu blog http://agridoceblog.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar