!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

3.11.16

Planear demasiado pode estar a tirar o divertimento do teu tempo livre


Vivemos cada vez mais num mundo cheio de compromissos, agendas ocupadas e prazos restritos. E, para além dos compromissos de trabalho, ainda existem compras para serem feitas, idas ao supermercado, uma casa para arrumar, família e uma toda vida social para manter. E, no meio disto tudo, nem sempre é fácil arranjar tempo para descontrair e para nos divertirmos.

Com uma agenda tão ocupada, as coisas que realmente nos deveriam entusiasmar começam a parecer " obrigações". Que atire a primeira pedra quem nunca rejeitou uma saída à noite com os amigos numa sexta-feira, porque teria que se arranjar ( e maquilhar, no casos das mulheres), teria que combinar horas, local e transporte para lá chegar, e preferiu ficar em casa de pijama a ver a televisão. Eu já.

Isto não acontece por sermos desleixados ou por sermos más pessoas. De acordo com um estudo publicado pelo Journal of Marketing Research  ( não, eu não virei agora uma intelectual, vi uma notícia no facebook a falar sobre este estudo), "  Ao planear várias atividades de tempo livre, as outrora atividades divertidas deixam de o ser, precisamente por terem sido planeadas".

Sou a favor que devemos planear e ser organizados, porque assim certificamo-nos que não nos esquecemos de nada importante e não stressamos tanto. Porém, há coisas que não deveriam ser planeadas tanto ao pormenor, como é o caso dos tempos livres. Os tempos livres são alturas em que nos devemos sentir mais descontraídos, mais relaxados, em que nos podemos divertir mais e, embora considere que devemos planear coisas para os nossos tempos livres ( porque, se não planearmos, acabámos por passar o dia todo no sofá a ver programas quem nem nos interessam), planear em excesso pode ser igualmente mau, porque tira a diversão toda à coisa.

Combinar atividades com amigos como idas ao cinema, a festas, discotecas, ou mesmo passeios pelo centro comercial podem parecer " obrigações" em vez de diversão porque, por vezes, não é fácil juntar todos os amigos no mesmo sítio ( no meu caso, é muito difícil juntar o meu grupo de amigos do secundário, porque estamos todos em faculdades diferentes, em cidades diferentes, e até chega a ser stressante encontrar um dia e uma hora que dê para todos), ou porque planeamos demasiado e com demasiada antecedência. Embora planear com antecedência aumente a antecipação, também pode tirar alguma diversão.

Como solucionar isto? Limitem o número de saídas por semana, façam planos apenas do necessário, reservem mais tempo livre sem terem rigorosamente nada planeado e, muito importante, deixem espaço para planos espontâneos ( que são os que sabem sempre melhor!).


E vocês? Já se depararam com este problema?

27 comentários:

  1. Concordo ! Devemos planear e organizar o nosso dia mas o nosso tempo livre é isso mesmo nosso e deve ser levado na descontração. Claro que coisas importantes que tem de ser feitas durante o dia isso sim é que deve ser planeado de resto é deixar ir e viver o momento :)

    ResponderEliminar
  2. Há que planear apenas o necessário como por exemplo uma grande viagem para um sitio desconhecido... O resto vamos fazer apenas um planeamento q.b. e ir fazendo o que a nossa vontade mandar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, planear viagens é uma coisa, agora o resto tem que ser com mais descontração :).

      Eliminar
  3. eu gosto de combinar coisas, mas não planear ao promenor :)
    r: obrigada! sim, está a ser uma excelente experiência!

    ResponderEliminar
  4. A espontaneidade é que dá graça às coisas!

    ResponderEliminar
  5. Eu sou a favor de planear as coisas do trabalho e da escola, pars ter tempo livre para ser espontâneo! Nao ha nada melhor que uma decisão em cima do joelho meio maluca que leva a uma história incrível :)

    Beijinho ♥
    the-not-so-girlygirl.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As melhores histórias nascem dos planos mais inesperados :).

      Eliminar
  6. Eu por acaso, gosto de ter na agenda "Dia com o namorado", mas porque é aquele dia em que posso estar com ele, mas nunca planeio o que vou fazer com ele xD normalmente é no dia antes "olha, amanhã queres ir a tal sítio?", "Ah, olha pode ser!" e são os nossos planos xD mas conheço gente que planeia o dia ao pormenor -.- não me admiro nada que haja uma hora específica para o sexo e outra para ir fazer xixi xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, mas isso é normal, não é planear em excesso, é só para terem uma maneira de conciliar os vossos horários :).

      Eliminar
  7. Já fiz como tu, na parte de preferir ficar em casa do que se arranjar, porém adoro coisas combinadas sem antecedência, sem planos prévios, acho que são as saídas/momentos mais bons e genuínos, parece que sabe melhor :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu já fiz isso, mas agora sempre que posso saio com os meus amigos, já que o tempo é mais escasso.

      Eliminar
  8. Eu gosto muito de planear e de ter as coisas organizadas. Sei com o que posso contar, e ajuda-me a executar melhor todas as coisas que tenho para fazer (e são tantas!). No entanto, concordo contigo e acho que planeamento deve ser q.b. Senão, corremos o risco de planear em demasiada, e depois fica tudo muito "restrito", a parecer obrigação. Por isso, gosto sempre de deixar espaço para imprevistos e pequenas surpresas. As coisas mais incríveis acontecem quando não estamos a contar :)

    ResponderEliminar
  9. Olá Cherry,
    É verdade que muitas vezes sacrificamos o nosso tempo livre quase por preguiça. A meu ver acho que não valorizamos esse tempo e por isso recusamos uma ida ao cinema porque achamos que podemos sempre ir noutra altura.
    Para além disso, acho que a maior parte das pessoas não planeia os tempos livres, ou pelo menos não reserva tempo para isso. Muitas vezes as pessoas planeiam fazer uma série de tarefas, mas nunca se vê na agenda coisas como "passar tempo com o filho" ou "telefonar àquele amigo que já não vemos há séculos".
    Vendo bem as coisas, é uma questão de prioridades. Se pedires a alguém para te escrever num papel uma lista de prioridades (família, amigos, dinheiro, trabalho, etc...) e depois lhes perguntares se respeitam essas prioridades no dia a dia, o que achas que vai acontecer? Dá que pensar, certo?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o teu ponto de vista. Aliás, conheço muitas pessoas assim. Contudo, neste post, eu não me estava a referir a pessoas que não sabem estabelecer prioridades, estava a referir-me a pessoas que planeiam tudo, mas mesmo tudo, incluindo os tempos livres.
      Infelizmente, há pessoas que não dedicam tempo aqueles que gostam mais, que só trabalham e não fazem mais nada da vida...

      Eliminar
  10. Eu já. Fico super stressada quando se planeia algo com muita antecedência. Planos feitos "em cima do joelho" sabem bem melhor :)

    ResponderEliminar
  11. Não costumo planear muita coisa. De vez em quando lembro-me e marco um jantar com o pessoal.
    Beijinho* Confissões de uma Pecadora by Valentina ||
    FACEBOOK ||
    Croquis - Home Decor

    ResponderEliminar
  12. Cherry, este texto é muito importante. Ao fim-de-semana acordo e já estou feita louca a fazer o plano para o dia. Ir aqui, ir ali, fazer isto, tratar daquilo, depois se não consigo cumprir alguma coisa fico toda chateada, mais valia não planear nada! É uma canseira ahahah

    ResponderEliminar
  13. Felizmente o meu grupo de amigos marca sempre coisas de forma espontânea. É do género: na próxima sexta há jantar em tal sítio e só vai quem pode/quer.
    E concordo contigo: eu só planeio os meus afazeres. O tempo livre é para relaxar e não seguir uma ordem de coisas a fazer :)

    ResponderEliminar
  14. no meio de tudo isso, normalmente acho que a vida social é que fica a perder, no meu caso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, às vezes, com tanto trabalho, a vida social é que fica um pouco para trás, infelizmente...

      Eliminar
  15. Neste momento, devido ao trabalho, ando com a agenda mesmo ocupada e se não organizar mesmo tudo, algo escapa e não pode ser!
    No entanto tento reservar algum tempo, ao fim de semana, para fazer NADA! Sinto mesmo falta!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sou a favor de organização, mas se for demais tira piada às coisas...
      Devias fazê-lo então, quando tiveres um fim de semana mais livre :).

      Eliminar