!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

10.8.16

Filme: Ao Ritmo do Sonho (2016)


Não costumo gostar muito dos filmes de verão, não costuma ser esta a época alta para o cinema. Sou da opinião que os melhores filmes estreiam sempre em Dezembro ou Janeiro e, embora continue a ser dessa opnião, tenho a dizer que este verão têm saído filmes muito bons ( e ainda vão sair mais, como " Me Before You", " Nerve" e "Mas que Família é esta?"). E este é igualmente bom, embora não pareça à primeira vista.


Sinopse


Ruby Adams ( Keenan Kampa) é uma bailarina do interior dos EUA com uma bolsa de estudos para a mais prestigiada escola de artes dramáticas em Nova Iorque. Johnnie Blackwell ( Nicholas Galizine) é um músico britânico que toca violino por dinheiro no metro dessa cidade. Quando os dois jovens artistas se encontram, os seus mundos colidem, mas nenhum deles nega a química que partilham, e a ambição de ambos por alcançarem o sucesso na cidade mais competitiva do mundo. Quando Ruby fica em risco de perder a sua bolsa e Johnnie é confrontado com a possibilidade de ser deportado, os dois acabam por unir esforços. Com a ajuda dos The SwitchSteps, uma trupe de bailarinos, Ruby e Johnnie preparam-se para uma competição que junta os seus mundos, num extravagante clímax que combina a energia do hip-hop com a dança clássica e contemporânea, e onde ganhar ou perder irá determinar as suas vidas para sempre ( Trailer: aqui ).


A minha opinião 


Este parece mais uma filme de talentos, mas desengane-se quem acha que vai ser banal: não é o é. O enredo é demasiado previsível e cliché ( percebem logo o que vai acontecer, desde o primeiro minuto), mas a música e atuações são verdadeiramente geniais, quase a tocar no épico.

Neste filme, música clássica e hip-hop fundem-se, ballet e dança contemporânea ligam-se, uma combinação improvável mas que, por incrível que pareça resulta e transforma-se em algo mágico, que coloca o espectador colado ao ecrã até ao último minuto. Ficamos quase hipnotizados e sem fôlego ao ver as atuações.

O elenco é composto por atores pouco conhecidos, mas muito talentosos. Eles não fingem que dançam, eles realmente dançam. Quanto ao tocar violino e afins, isso já não me perguntem, podem apenas acrescentar o som ao filme. Uma curiosidade: a protagonista é mesmo uma bailarina profissional!

A banda sonora é simplesmente linda, e já a ouvi incontáveis vezes no youtube.

É um filme que vale a pena ver, não pela história em si ( que não é grande coisa), mas sim pelas atuações lindas e muito originais, em várias cenas do filme.


5 comentários:

  1. Tenho que ponderar muito que não é filme que me faça prender muito tempo ao ecrã...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério vê, eu sei que o enredo não é algo muito atrativo, mas vais ver que as atuações compensam :).

      Eliminar
  2. Não sou muito de cinema, sobretudo no Verão mas este é o tipo de filmes que me agradam não fosse eu apaixonada pelo mundo das artes!

    Beijinhos, Hellen
    http://instantesimprovaveis.blogspot.pt/

    ResponderEliminar