!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

11.4.16

Como tomar melhores decisões


Desde que me lembro que sou uma pessoa indecisa. Tomar decisões é algo que nunca foi fácil para mim. Na vida existem tantos caminhos diferentes que por vezes torna-se complicado escolher apenas um. Como é que sei se não estarei a ir pelo caminho errado e se o da direita é que era o mais certo? Mesmo as decisões mais pequenas, como escolher uma peça de roupa numa loja ou escolher um restaurante já eram difíceis para mim.

Ainda me considero uma pessoa indecisa, confesso, mas com o passar do tempo, fui me tornando cada vez menos. Descobri que a fonte de todas as minhas indecisões estava na minha insegurança, no facto de não confiar em mim própria, de não acreditar que era capaz de alguma coisa. Além disso, também não conseguia tomar boas decisões porque tinha medo daquilo que as outras pessoas pensariam de mim, de como iriam reagir. Uma vez descoberta a fonte, comecei a confiar mais em mim própria e a tomar decisões melhores e mais rapidamente.

Por isso, se também és uma destas pessoas, que até as mais simples decisões te causam ansiedade, então este post é para ti. Se não és uma destas pessoas, este post também te pode ser muito útil, pois às vezes tomamos decisões de forma tão rápida que nem pensamos no que estamos a fazer.


1. Não tomes decisões em situações de stress muito elevado: Parece uma dica óbvia, mas é essencial. Quando estamos stressados, o nosso corpo liberta várias hormonas, nomeadamente a adrenalina e o cortisol, que começam a afetar o nosso cérebro e nos toldam os pensamentos. Por conseguinte, não conseguimos tomar boas decisões. Espera até estares mais calmo/a para tomares essa decisão. Respira um pouco, descansa e acalma-te. Vais ver que quando estiveres mais calmo/a, o teu pensamento vai estar mais claro e vai ser mais fácil tomar uma decisão racional e fundamentada.

2. Não te deixes influenciar pelas opiniões dos outros: Embora possas e devas pedir dicas aos teus familiares ou amigos, a decisão final deve ser tua e deve partir da tua cabeça. Vivemos numa sociedade que, apesar de muito evoluída, ainda conserva muitos preconceitos e estereótipos, por isso não te deixes influenciar demasiado pela opinião dos outros. E não fiques preocupado/a com aquilo que os outros vão pensar se escolheres um caminho em vez de outro. Não tomes decisões só para agradar aos outros ou para fugir aos julgamentos sociais. No fim, o que importa é aquilo que tu queres e que achas que é o melhor para ti.

3. Ignora os teus medos: O medo é uma respostas natural do teu corpo, que te avisa quando estás perante um determinado perigo. No entanto, há  certos medos que simplesmente não fazem sentido nenhum, que apenas existem na nossa cabeça. Esses medos podem estar a impedir-te de tomares uma boa decisão. Ignora-os, pois estes poderão estar a tapar-te uma resposta que pode estar mesmo à tua frente.

4. Segue a tua intuição: A minha professora de Biologia costumava dizer-me que a primeira resposta em que pensamos num teste é sempre a mais acertada, e dizia-nos que, por amor de Deus, não mudássemos as respostas 5 minutos antes de um teste acabar, porque iríamos quase de certeza mudar para mal ( ela tinha razão, mudei tantas vezes as respostas para errado... Se eu ao menos lhe tivesse dado ouvidos...). O nosso corpo está ligado às nossas emoções. Todas as escolhas que fazemos influenciam o nosso estado de espírito. Tenta pensar na maneira como te sentirias se tomasses uma determinada decisão em vez de outras. Ficarias feliz? Sentirias-te calmo/a e aliviado/a? Se a resposta é não nestas duas perguntas, provavelmente não estarás a tomar a decisão certa e estarás a ir contra os teus instintos.

5. Não existem respostas certas ou erradas: Lembra-te que na vida não existem respostas certas ou erradas, existem apenas caminhos diferentes a seguir. Demorei imenso tempo a perceber isto, mas agora sei que é tão verdade. Claro que há certos caminhos melhores que outros, porém se escolhermos mal e erramos, poderemos sempre retirar uma lição desse erro. Gosto muito de uma frase inglesa que diz o seguinte " Never a failure, always a lesson" (Nunca é um fracasso, é sempre uma lição).


Gostaram das dicas? O que acrescentariam?

8 comentários:

  1. Este é um post ótimo para mim hahaha e aparentemente temos mesmo muito em comum!
    EU também sempre fui muito indecisa desde pequena,se me davam a escolher uma prenda eu nunca sabia haha e se fosse outra criança saberia o que escolher!
    Fazer escolhas em momentos de stress dá sempre mal,mesmo sem ser indeciso,já o de não deixar influenciar pelas pessoas torna-se sempre mais complicado...
    Beijos
    Cantinho da tequis
    Facebook Cantinho da tequis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahah, eu também tinha dificuldade em escolher prendas, os meus pais pediam-me sempre para escolher três prendas no aniversário das quais eles me davam apenas uma, e eu tinha dificuldade em escolher essas três xD.
      Pois é, é bastante complicado decidir em situações de stress, principalmente nos exames, mas o segredo é tentar estar o mais calmo possivel, respirar, pensar positivo... ( sei que por vezes é mais fácil dizer do que fazer, mas tenho tentado fazer isto).

      Eliminar
  2. Adorei as dicas :) eu por vezes com medo acabo por afastar-me de coisas que gostava de fazer, uma delas por exemplo é que vou começar a estudar para o ano e primeiro que começa-se a tratar da candidatura e tudo porque tenho receio da reação das outras pessoas, medo de andar sozinha pois não conheço lá ninguém ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :). É normal teres medo, vais entrar numa nova etapa e não sabes bem o que esperar, mas tenho a certeza que tudo vai correr bem, só tens que confiar em ti :).

      Eliminar
  3. eu costumo ser uma pessoa bastante decidida, sei o que quero e tomo facilmente decisões, mas ultimamente tenho andado insegura com as minhas escolhas e sempre com o pensamento de "e se este não for o melhor caminho?". As tuas dicas ajudaram imenso porque me relembraram do que realmente importa :)
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem que sorte então, eu nunca fui assim. Acho que é normal, há sempre fases da nossa vida em que nos sentimos mais inseguros.

      Eliminar
  4. Acertaste mesmo em cheio no post! Ando numa época de grandes decisões a vários níveis, obrigado :)

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh obrigada :). Nem me digas nada, que eu também ando...

      Eliminar