!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

25.2.16

Carta para a pessoa que ambiciona ser blogger.


Querida pessoa que ambiciona ser uma blogger,
Eu era como tu.

Eu era a pessoa que encontrou uns blogs e começou a lê-los. Já não me lembro bem como os encontrei, talvez tenha sido uma pequena pesquisa de algum assunto que me interessava na altura, e que acabou por me levar para o mundo vasto e complexo que é a blogosfera. Mas lembro-me que o primeiro blog que encontrei foi um blog de moda, o Moda e Beleza, que na altura adorava ( e que ainda hoje adoro, é muito giro ter acompanhado o crescimento da blogger). Lia-o de uma ponta à outra, mas o que mais gostava de ler eram os posts pessoais da blogger. Mais tarde, já nem sei bem como, cruzei-me com os blogs de lifestyle, esses pelos quais me apaixonei e que comecei a ler compulsivamente.

Nunca comentava os blogs que seguia. Limitava a acompanhá-los todos os dias, a ler os seus posts, e a encontrar mais e mais blogs para seguir todos os dias. Aos poucos, fui descobrindo que com estes eu estava a aprender coisas novas, a rever-me nas experiências dos bloggers, a ser entretida e a ser inspirada.

Comecei a pensar. "Será que eu podia fazer isto? Ter um blog? Será que eu conseguiria escrever todos os dias ( ou quase todos os dias) para este? Será que alguém se iria dar ao trabalho de ler os meus posts?" Comecei mesmo a pensar em criar um blog. Na altura eu escrevia num diário, escrevia textos só para mim, mas já não me fazia sentido escrever só para mim. Gostava de ter alguém que não me conhecesse pessoalmente a dar opiniões sobre os meus textos, alguém que não precisasse d fingir que gostava daquilo que eu lia só para ganhar o meu afeto. Além disso, gostava de ter um blog para poder ter também um cantinho onde pudesse documentar a minha vida, registar memórias, e partilhar experiências com os outros.

Decidi então criar o meu blog . Assim, no dia 1 de Setembro de 2014 nasceu este blog. Na altura, este blog estava hospedado na plataforma Sapo Blogs que me trouxe muitas alegrias, destaques, comentários e mensagens carinhosas. Fui muito feliz lá, mas sentia-a que precisava de mais liberdade e queria mudar de plataforma ( isto agora não interessa nada para este post, mas podem ler este para perceberem do que estou a falar).Mais tarde, quase um ano depois, viria a mudar o meu blog para a plataforma Blogger.

Na altura em que criei o blog, achava mesmo que ninguém me iria ler. Achava que o que eu escrevia não era interessante para ninguém, a não ser para mim. Mas disse a mim mesma que se não gostasse da experiência, que poderia eliminar o blog a qualquer momento, ou podia continuar a escrever quer tivesse ou não comentários. No entanto, depressa descobri que estava enganada. Existiam, de facto, pessoas interessadas em ler aquilo que eu escrevia, que me deixaram comentários fofinhos ou que partilhavam experiências comigo, que começaram a seguir-me e a voltar todos os dias para ver mais.

Eu era como tu. A pessoa que queria criar um blog, mas não tinha a certeza se iria ser bem sucedida. E aqui estou eu, blogger assumida e orgulhosa, a dizer-te a ti, pessoa insegura e a duvidar de si própria para arriscares. Arrisca, cria um blog. Escreve nele. As pessoas poderão vir a identificar-se com aquilo que tu escreves, poderão ser  inspiradas pelos teus posts... Poderás estar a animar o dia de alguém ou  ajudar uma pessoa a resolver determinado problema. Mas nunca saberás se não arriscares.

Cria um blog. Nem imaginas o retorno que poderás receber de cada vez que carregas no botão de publicar. Nem imaginas os seguidores que poderás vir a ter. As pessoas fantásticas que poderás conhecer. Quem sabe, as amizades que poderás vir a fazer ( porque sim, é mesmo possível fazer amigos online).

O meu blog tornou-se a minha casa. Um sítio onde posso ser  eu mesma. Onde escrevo sobre aquilo que quero, sem limites nem restrições. E onde os meus leitores são os meus convidados, que podem voltar sempre que querem e lhes apetece, sem ter de bater à porta, porque sabem que ela estará sempre aberta para eles. Tu também podes criar um espaço assim. A única coisa que precisas é de coragem.

Tenho dito desde o dia 1 deste blog que tê-lo criado foi a melhor coisa que já fiz. Este blog foi a melhor prenda que eu já recebi. Todos os dias acordo grata por ter este cantinho, um cantinho que já tem tantas histórias e memórias que irei recordar para sempre. Criei um blog do qual me orgulho e, do que depender de mim, irei escrever sempre nele.

Escrevi-te esta carta a ti, pessoa que ambiciona ser blogger, para fazeres o mesmo que eu. Cria um blog. Escreve nele. Vais adorar.

10 comentários:

  1. Apesar de ainda ser nova por aqui, revi-me imenso naquilo que disseste e, se neste momento ainda não tivesse criado o blog, com o teu incentivo ia fazê-lo de imediato!

    Beijinhos,
    http://thelostlouboutin.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que criaste o teu blog, porque eu gosto muito de lê-lo :).

      Eliminar
  2. Gostei muito, muito do que escreveste, mesmo! É mesmo tudo isso :)

    ResponderEliminar
  3. Adorei ler :) Revi-me em tanta coisa, particularmente nas inseguranças, no facto de achar que ninguém o quereria ler. Ainda me lembro do primeiro comentário - uma festa! A verdade é que continuo com algumas inseguranças e muitas hesitações sobre o que partilhar, como partilhar, como gerir tudo - o que suponho que seja normal já que ainda só tenho o meu cantinho há 3 meses. Mas enquanto gostar de escrever e de partilhar, enquanto isto fizer sentido hei de continuar!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É normal ter inseguranças... Eu já estou na blogosfera há ano e meio e ainda tenho essas inseguranças... É sinal que nos preocupamos com o nosso blog e com os nossos leitores :).

      Eliminar
  4. Adorei imenso e revi-me em cada palavra!
    Beijinhos,
    http://those-colorful-words.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Hey girl, great post! Love it!
    My new post is up, so please check it out http://missbabybluelove.blogspot.rs/2016/02/coffe-time.html
    And I started following you so if you could return , it would be great! :)

    ResponderEliminar
  6. Gostei tanto da tua carta! E tão contente por nesse dia 1 teres decidido dar o passo em frente e criares o teu blog que é um cantinho que me dá tanto prazer visitar, ler e comentar!
    nem mais nem menos | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar