!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

6.7.16

Sinais que revelam precisas de cuidar mais de ti próprio/a


No início do meu Secundário eu estava obcecada com as médias. Toda a gente se preocupa com as notas quando estas começam a contar para a entrada na universidade, mas eu estava mesmo obcecada. No meu 11º ano, comecei a exagerar no estudo. Passava mais 12 horas por dia a estudar aos fins de semana, em tempo de aulas mal chegava a casa ia logo estudar, só parava para comer e dormir. Estudava nas férias da Páscoa e do Natal, cheguei ao cúmulo de estudar na manhã da véspera de Natal... Passado um ano a este ritmo, eu estava exausta, já não conseguia dormir direito com os nervos, já nem conseguia comer direito ( cada vez que comia algo ficava mal disposta)... Mais tarde descobri que era por não estar a dedicar tempo suficiente para cuidar de mim própria.

A minha história, infelizmente, não é a única. Hoje em dia, a maior parte das pessoas vivem num ritmo de vida muito acelerado, cheio de exigências, obrigações, prazos e horários restritos a cumprir. Provavelmente, muitas destas pessoas não estão a respeitar horas de sono e de refeições, trabalham horas seguidas, não fazem pausas e não tiram muitas férias. Ao início, até pode parecer que conseguimos aguentar este ritmo mas, a longo prazo, é algo que nos afeta imenso, tanto fisica como mentalmente.

Se ainda estás a trabalhar nesta altura do ano  , seja a estudar para os exames, a estagiar, a escrever a tua tese, ou mesmo no teu emprego remunerado, trabalha arduamente, mas sem exageros, e presta atenção aos sinais que vou enumerar a seguir.


1. Estás sempre cansado/a: Este é um dos sinais mais evidentes. Sabes aquelas manhãs em que mal acordas e já te sentes super cansado/a, como se fosse final do dia e tu já tivesses trabalhado 12 horas? Se te sentes assim a maior parte das manhãs, é melhor começares a pensar no que há de errado contigo. Até podes estar com alguma gripe ou com alguma doença que te cause cansaço, mas se já foste ao médico e não te detetou nada, a razão mais provável é estares a trabalhar de mais.

2. Tu ficas irritado/a facilmente: Quando reservamos tempo para nós próprios, nós tratamos os outros com o mesmo respeito e amor que damos a nós mesmos. Porém, quando não dedicamos tempo suficiente para cuidarmos de nós e andamos a mil à hora, facilmente nos irritamos com qualquer coisa, por mais mínima que seja.

3. Estás sempre atrasado/a para tudo: Quando temos muito trabalho, tentamos fazer todas as tarefas ao mesmo tempo, o que raramente dá resultado ( costumo dizer que multitasking nunca resulta, não fazemos nenhuma das tarefas bem). Apesar das tuas intenções serem boas e quereres cumprir tudo, acabas por chegar atrasado/a à maioria dos teus compromissos porque, como também estás cansado, podes ter menos capacidade para recordar as horas que marcas, ou não acordas com o despertador....

4. Tens dificuldades em adormecer: Estás sujeito/a a tanto trabalho e stress de dia, que pode ser difícil desligares-te de tudo à noite. Deitas-te na cama a pensar nos trabalhos que ainda não acabaste, naquilo que tens de fazer amanhã, e todos estes pensamentos mantêm-te acordado/a, o que só piora ainda mais o teu cansaço.

5. Perdeste/ganhaste muito peso: O stress  e o excesso de trabalho dão para os dois lados. Há pessoas que com o stress comem pouco, outras que devoram toda a comida que vêm à frente. A longo prazo, isso resulta em perdas/ganhos drásticos de peso.

6. Não te lembras da última vez que tiveste um dia sem fazer nada: Se não te lembras da última vez que tiraste o dia para fazer absolutamente nada, é mais um sinal que devias fazê-o.

7. Não fazes nenhum desporto nem tens nenhum passatempo: Fazer desporto e ter algum passatempo (como dança ou cozinhar) são componentes essenciais para uma vida saudável e feliz. Nem sempre conseguimos arranjar tempo para fazer o que gostamos, mas quando não o fazemos de todo é um sinal alarmante de que estamos a esquecermo-nos de cuidar de nós mesmos.

8. Sentes que a tua vida não faz sentido: Estás cansado/a da rotina, estás farto/a de cumprir horários, e gostavas de desaparecer da tua cidade e ir para uma ilha paradisíaca e não sair de lá mais. Quando começas a questionar a tua rotina, o melhor que tens a fazer é quebrá-la, nem que seja por umas horas.

9. Já não falas com os teus amigos há muito tempo: Estás tão concentrado/a no trabalho que já não falas nem sais com o teu grupo de amigos há séculos! Há sempre uma horinha para falar com os amigos, mas tu não és capaz de o fazer porque tens medo de estares a ser irresponsável e de estares a perder tempo em vez de fazeres aquilo que achas realmente importante.

10. Não estás a ser autoconsicente: Raramente pensas em ti próprio/a, nos teus desejos, nas tuas qualidades ou defeitos... Tal como eu falei neste  post, a autoconsciência é muito importante para definir os nossos objetivos e tomar decisões, e quando a ignoramos, podemos sentirmo-nos perdidos e sem rumo.


Se te identificaste com algum destes sinais, pensa em tirares algum tempo para poderes cuidar de ti próprio/a porque, embora o trabalho seja muito importante, não é tudo na vida, e a saúde está sempre em primeiro lugar.

E vocês? Identificam-se ou já se identificaram com alguns destes "sintomas" ?

4 comentários:

  1. Hoje é daqueles dias em que acordei já cansada xD

    ResponderEliminar
  2. Não me identifico mas concordo que devemos ter sempre cuidado e ter sempre tempo para cuidarmos de nós :)

    ResponderEliminar
  3. Em tempo de aulas nunca passei por isso. Confesso, que até me baldava um pouco nos estudos.

    ResponderEliminar