!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

sábado, 13 de maio de 2017

10 coisas que os introvertidos fazem quando se apaixonam


Como já devem ter percebido, os introvertidos fazem as coisas de forma diferente do que os extrovertidos, o que não é necessariamente mau, muitas vezes até bom. E no campo amoroso não é  exceção.

Como já partilhei aqui no blog, nunca tive um namorado. No entanto, já me apaixonei, por isso sei do que estou a falar. Não foi correspondido, mas deu-me lições e uma perspetiva daquilo que eu sou e que pretendo numa futura relação.

Nós, os introvertidos, sentimos e vemos o mundo de uma forma diferente e, como tal, também sentimos o amor de maneira diferente. A parte tramada disto tudo é que nem toda a gente compreende a nossa forma de sentir as coisas, mas certamente que existirão pessoas que irão compreender e que corresponderão ao amor dos introvertidos.


1. Os introvertidos necessitam de tempo em silêncio com aqueles que amam: Para nós não há silêncios constrangedores. Há alturas em que não é preciso expressar amor por palavras, aliás, às vezes até é completamente desnecessário. Há alturas em que a única coisa que precisamos é da companhia da pessoa que amamos, ali encostada a nós, sem palavras. Nós, introvertidos, gostamos de ter tempo só para nós, em silêncio, mas também gostamos de partilhar esse silêncio com quem é realmente importante para nós.

2. São capazes de substituir o tempo que estão sozinhos para sair com quem amam: Para os introvertidos, passarem tempo sozinhos é essencial para recuperar energias e relaxarem. Porém, por amor, são capazes de substituir esse tempo para estarem com quem amam, para passear, ir ao cinema, jantar, you know, atividades sociais.

3. Saem da sua zona de conforto: Os introvertidos conseguem ser extrovertidos por curtos períodos de tempo. Os introvertidos, geralmente, não são encontrados em discotecas, por exemplo, mas se a pessoa que amam gostar de ir lá, podem crer que eles também vão estar lá. Isso não significa que estejam a sofrer de ansiedade, muito pelo contrário, por vezes também gostam de estar em ambientes mais sociais.

4. Ainda assim, gostam de levar as coisas com calma: Somos pessoas que estamos habituadas a ambientes calmas, e o amor pode ser overwhelming, por isso queremos ir devagar.

5. Os introvertidos só se entregam verdadeiramente em quem confiam: Nós, os introvertidos, não somos de correr muitos riscos. Por isso, se algum introvertido te entregou o coração, considera-te um sortudo/a.

6. Por isso, demoram tempo a revelar as suas emoções: Os introvertidos demoram tempo a confiar nas pessoas. Só aos poucos, muito devagarinho, vão revelando os seus verdadeiros sentimentos.

7. São bons ouvintes: Nós só dizemos aquilo que é mesmo necessário, não dizemos nada à toa. Por isso, se te estamos a contar algo, é porque é 100% verdade. Nós preferimos ouvir os outros e pensar do que falar. É por isso que somos bons ouvintes.

8. Ser introvertido não significa ser frio no que diz respeito ao amor: Lá por uma pessoa ser introvertida não quer dizer que seja fria. Na maior parte das vezes, essa pessoa tem sentimentos, só que não os revela, ou revela aos poucos.

9. Reparam em todos os detalhes que, normalmente, escapam às outras pessoas: Os introvertidos, como são geralmente calmos e calados, são extremamente observadores, e reparam em todos os pequenos detalhes que, normalmente, escapam às outras pessoas. Quando se apaixonam, sabem mesmo tudo sobre a outra pessoa, desde a cor dos olhos, a data de nascimento, filme favorito, comida favorita, a maneira como fazem a sua assinatura...

10. Os introvertidos geralmente apaixonam-se por extrovertidos: Isto é tão verdade, pelo menos para mim! Nós admiramos os extrovertidos, por serem tão alegres, sociais, por animarem uma sala inteira... Mas também é um pouco assustador. Nós sabemos que nunca conseguiremos ser assim, por isso temos medo que se aborreçam connosco.

 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

6 comentários:

  1. "Por isso, se algum introvertido te entregou o coração, considera-te um sortudo/a." completamente verdade!:p

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Sou muito extrovertida, mas também preciso de silêncio com aqueles que amo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No fundo, acho que todos nós precisamos, uns mais, outros menos... :)

      Eliminar
  3. Oh Cherry, é tão isto! Conseguiste descrever na perfeição os nossos dilemas...
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes é mesmo um dilema, até as outras pessoas perceberem como funcionamos é complicado...

      Eliminar