!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

quarta-feira, 10 de maio de 2017

10 coisas irritantes que acontecem nos supermercados


Para a maioria de nós, ir ao supermercado é algo que faz parte do nosso quotidiano. Parece uma tarefa simples, banal até. Aparentemente, é só ir lá, pegar num carrinho, comprar aquilo que queremos, ir para a caixa pagar, e voltar para casa. Porém, existem coisas irritantes que podem acontecer e tornar esta tarefa banal mais complicada do que aquilo que deveria ser.

Não sou daquele tipo de pessoas que odeia supermercados, aliás gosto de ir lá e comprar ou ajudar os meus pais a trazer coisas para manter a casa. No entanto, existem coisas que me irritam e, por vezes, até me tiram do sério.


1. Crianças que gritam: Esta é, muito provavelmente, a coisa mais irritante para as pessoas quando vão aos supermercados, principalmente para os pais das ditas crianças. De todas as vezes que eu vou ao supermercado, há uma criança a chorar ou a gritar com os pais. É que é sempre! Não me interpretem mal, eu gosto de crianças, mas elas conseguem ser muitos irritantes, principalmente quando vão a um supermercado e os pais não lhes dão o que querem. Infelizmente, as pessoas com crianças também comem, e nem sempre dá jeito deixá-las em casa, pelo que temos todos que aturar a gritaria.

2. Filas longas: Esta é a pior parte de ir ao supermercado, principalmente ao dos grandes centros comerciais. Vais lá a um domingo de manhã ou aos dias da semana ao final da tarde, e apanhas sempre uma fila enorme.

3. Tantas caixas, tão poucos empregados: E por falar em filas, já alguma vez estiveram numa fila longa, a perguntarem-se porque é que há tantas caixas, e só três é que estão abertas? O que é que andam a fazer os empregados dos supermercados quando mais precisamos deles?

4. Pessoas que te estão a bloquear o caminho: Outra das coisas que acontece frequentemente nos supermercados é uma pessoa querer num instantinho ir buscar um item a um corredor, e depois ficar "presa" nesse corredor, porque alguma pessoa ( filha da mãe!) está a escolher muito calmamente entre duas variedades de leite, e está a bloquear o caminho.

5. Preços/promoções mal marcadas: Se há coisa que odeio é estar a tentar saber o preço de algo, e não encontrar o papelinho com o número. Pior do que isso, é achar que um artigo está em promoção, levá-lo para a caixa, e depois dizerem-me que afinal não está, que algum empregado se deve ter enganado a marcar.

6. Ter que passar por corredores de junk food para chegar à comida saudável: Eu sei que isto é uma técnica de marketing, mas não percebem o sofrimento que isso causa às pessoas, ter que passar por corredores cheios de porcarias, para pode finalmente encontrar alguma comida saudável? É pura maldade, principalmente para as pessoas que querem perder peso!

7. Ir ao supermercado com fome: Meus caros amigos, nunca, mas nunca entrem num supermercado sem comer. Vão andar por aí a babar-se e a comprar porcarias, e depois gastam o dobro do necessário! Quando vou com os meus pais fazer compras antes do almoço, dá sempre asneira, estou sempre a namorar os chocolates, os bolos, as bolachas,.. Felizmente, tenho algum autocontrolo e não compro nada.

8. Os cupões não funcionam: Vieste de propósito ao supermercado comprar 20 embalagens de peixe congelado a metade do preço, mas na hora de pagar, os cupões decidem não funcionar. Existem dois cenários possíveis, ambos maus. O empregado da caixa tem que passar os cupões manualmente ( escrevendo os códigos com a maior das calmas), o que demora anos, ou, ainda pior, não consegue de todo, e perdes o desconto.

9. Casas de banho escondidas: Já tiveram alguma vez uma súbita vontade incontrolável de fazer xixi, e não encontravam nenhuma casa de banho? A mim já, e não foi nada bonito, parece que estava no filme " Maze Runner".

10. Prateleiras vazias: Existe uma grande promoção num dia, uma pessoa vai a correr para o supermercado, mas quando chega lá só vê prateleiras vazias no lugar onde estaria aquele item que queria mesmo.



E vocês? Quais são as coisas que vos irritam nos supermercados?
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

20 comentários:

  1. Acho que tudo isso me irrita, principalmente de ter tido uma péssima experiência a semana passada e de me sentir completamente enganada em relação aos preços de muitas coisas... Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Ir ao supermercado com fome é das piores coisas :S

    ResponderEliminar
  3. Basicamente irritamente a mesma coisa que tu!

    ResponderEliminar
  4. Eu tento ir na hora de menos confusão...

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também tento, mas nem sempre é possível.

      Eliminar
  5. A verdade é que nos identificamos com cada um dos pontos que deste! E ainda acrescentamos as pessoas que nos tentam furar a fila (ou seja, passar a frente) :')
    Beijinhos**
    _________________________
    All The way is an adventure
    Jess & Rose Blog | Instagram | Youtube

    ResponderEliminar
  6. Um coisa que me irrita é quando deixam o carrinho no meio do caminho e eu é que tenho de o desviar para poder passar.

    ResponderEliminar
  7. As filas longas, o excesso de caixas e tão poucos empregados e pessoas que caminham muito devagar. Este último para mim é demais! Uma pessoa vai fazer compras, não vai passear! Gostei muito minha querida!
    Beijinho, Ana Rita*

    ResponderEliminar
  8. Sou operadora de caixa num hipermercado e acredita que a culpa de haver tanta caixa disponível e tão pouca gente não é por estarmos noutros lados na ronha mas sim porque os patrões só conseguem ver dinheiro à frente e não se dão ao trabalho de contratar mais pessoas porque não lhes convém aos bolsos. E não esquecer os horários mal feitos. Já cheguei a estar horas completamente sozinha com uma fila enorme e as pessoas reclamam comigo como se fosse eu a culpada quando estou simplesmente a fazer o meu trabalho. É triste.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Peço desculpa, não tinha conhecimento dessa situação. Sendo assim, lamento muito que assim seja. Infelizmente, os patrões fazem aquilo que querem, e os empregados é que sofrem. É mesmo triste, lamento saber que trabalhas nessas condições.

      Eliminar
    2. Não foi no sentido de pedires desculpa que eu falei :) muita gente pensa que a culpa é de quem lá está a trabalhar mas os maiores culpados são os patrões que não disponibilizam pessoas necessárias para o espaço que têm, quando são hipermercados grandes principalmente ou quando estão inseridos em shoppings que acabam por trazer mais pessoas. Depois de passar pela experiência aprendi a ter um bocadinho mais de paciência quando chego à caixa. Quando percebo que não é falta de vontade de trabalhar, claro, porque também acontece muito. É costume pensar-se que quem está na caixa tem a vida facilitada e não é nada assim, acabamos por levar com as culpas de tudo o que acontece na loja que chateia o cliente e não podemos dizer nada, muito menos que não é culpa nossa porque não sabemos o que acontece lá dentro ou levamos uma reclamação. Enfim! Trabalhar em contacto directo com pessoas é sempre muito complicado. Felizmente vou sair por isso não lamentes :)

      Eliminar
    3. É por isso que o país está como está. Os patrões cada vez mais ricos, a enriquecerem e quase que a " escravizarem" a classe trabalhadora, os pobres cada vez mais pobres, e pessoas com condições de trabalho cada vez piores.
      Trabalhar com pessoas é sempre muito complicado. Ainda não trabalhei, estou a estagiar, em Enfermagem que, no fundo, também trabalhar em contacto direto com pessoas. É preciso muita paciência e sabedoria para lidar com as mais variadas pessoas que nos aparecem à frente.

      Eliminar
  9. Como te compreendo. Mas, o que me enerva mesmo são os funcionários das caixas, que sabemos que já fazem aquilo há anos, mas continuam umas lesmas.

    ResponderEliminar
  10. Péssima ideia ir ao supermercado com fome. Se a juntar a isso tiver de passar no corredor do pão, bolachas ou bolos, fica tudo estragado.

    ResponderEliminar
  11. Ir ao supermercado com fome é pecado! Trazemos sempre coisas a mais que nem sequer precisamos!

    Beijocas,
    ANDA DAÍ!

    ResponderEliminar