!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

domingo, 26 de março de 2017

Filme: A Bela e o Monstro (2017)



Quando soube que iriam fazer uma adaptação real  do clássico " A Bela e o Monstro", mal pude conter o meu entusiasmo. Apesar de ter um pouco de receio de sair desiludida ( porque, até agora, nenhum remake foi fiel à versão original), o filme superou as minhas expetativas.

Já vi o filme na semana passada, mas no meio de dias cansativos de estágio e da elaboração do meu relatório final de estágio, só agora é que tive oportunidade de publicar esta review.


Sinopse


A fantástica história de Bela, uma jovem brilhante, bonita e independente, que é aprisionada por um Monstro no seu castelo. Apesar dos seus receios, torna-se amiga dos empregados encantados do castelo, e consegue ver para além do terrível exterior do Monstro, quando começa a conhecer a alma e o coração do verdadeiro Príncipe que vive no seu interior ( Trailer: aqui)


A minha opinião


Ao contrário da opinião de muitas pessoas, eu considero que o filme até foi bastante fiel ao original. Até agora, nenhum remake da Disney tinha sido capaz de respeitar a 100% o enredo das versões originais. Porém, a versão mais recente do clássico " A Bela e o Monstro", não só respeitou a história original, como foi bastante fiel, até nos mais pequenos detalhes, como o guarda-roupa de Bela e de outras personagens. Se ainda têm dúvidas, este vídeo comprova isto mesmo.

O filme, além de ter sido fiel à versão original, ainda conseguiu a proeza de corrigir algumas falhas sobre a história, que sempre me tinham incomodado na versão original. O que realmente aconteceu à mãe de Bela é explicado, o Monstro ganha um passado bem definido, e finalmente é esclarecido o porquê de nenhuma pessoa da vila estranhar a ausência do Príncipe ( o filme esclarece que o feitiço apagou a memória de todos).

Outra das coisas que discordo relativamente à opinião geral: o facto de Emma Watson não ser indicada para o papel. Discordo plenamente, na verdade, acho que a Emma Watson fez um trabalho brilhante enquanto Bela. Se existiam atrizes fisicamente mais parecidas com a Bela? Sim, existiam, mas nenhuma com tanta garra e talento como a Emma Watson. A atriz  interpretou não só Bela como uma simples princesa Disney, mas também como uma mulher forte, destemida e independente, que não tem medo de lutar por aquilo que quer.

Quanto ao Monstro, cá entre nós, ele era mais bonito enquanto Monstro do que em príncipe ( será que é errado achar um animal atraente ahahahah?). Ainda assim, o príncipe é mais bonito do que na versão original ( sinceramente, o da versão original não era minimamente bonito, era um horror, até um camponês era mais bonito).

A cinematografia, os cenários e a banda sonora ( incluindo a nova música original, cantada pelo Monstro, que é tão linda!), deram ainda um ar mais doce e mais encantado a uma história que tanto encantou a nossa infância.

Só tenho uma pequena crítica a fazer: a tradução deste filme foi horrível! As legendas não batiam certo com as falas das personagens, em vez de escreverem uma frase, escreviam outra. A certa altura, desisti de ler as legendas, e concentrei-me só em ouvir o inglês.

Este é um filme para aqueles que, com muita nostalgia, querem recordar uma das histórias apaixonantes da Disney, ou até mesmo para aqueles que não gostaram da versão original, e querem ver as correções que foram feitas.  Esta versão da " A Bela e o Monstro" é tão encantada como a original, porém mais humana, em que a história e as personagens são mais exploradas, e algumas são vistas como nunca antes foram.


E vocês? Já viram o filme? O que acharam?
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

11 comentários:

  1. Estou desejosa de ir ver o filme, tenho elevadas expectativas em relação a ele!

    ResponderEliminar
  2. Quero imenso ver o filme! Boa semana, beijinho, Ana Rita*

    ResponderEliminar
  3. "A Bela e o Monstro" é o meu clássico favorito da Disney e talvez por isso não tenha ficado nada satisfeito com as notícias de uma adaptação com actores de carne e osso. Fui vê-lo ao cinema na semana passada e confirmou-se. Longe de ser um filme mau, também não é propriamente fantástico. Gostei que tivessem inserido vertentes novas em relação ao original, mas ainda assim, parece que faltou qualquer coisa.

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu, por acaso, não senti isso em relação ao filme. Acho que fez muita justiça à versão original, com a vantagem de ainda ter corrigido algumas falhas da história de 1991.

      Eliminar
  4. Tenho tanto de ir ver este filme! ♥

    ResponderEliminar
  5. Ainda não vi mas quero muito! Estou a seguir o blog, beijinho :)
    http://itsnanacorner.blogspot.pt

    ResponderEliminar