!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

terça-feira, 21 de março de 2017

Como sobreviver a uma viagem longa de autocarro


Gosto muito de viajar, de visitar novos sítios, e gosto de andar de comboio ou avião, mas odeio mesmo longas viagens de carro/autocarro. Para mim, passar mais de 2 horas num carro ou autocarro é uma tortura!

No entanto, as viagens de autocarro são, por vezes, a forma mais barata e mais rápida de chegar a algum sítio. Assim, não temos outro remédio senão mesmo aguentar uma longa viagem neste meio de transporte, mas felizmente existem formas de sobreviver à viagem e fazer com que o tempo passe mais depressa.


1. Se possível, viaja de noite: Desta forma, poderás passar a viagem toda a dormir. Leva uma almofada e uma mantinha para estares mais confortável. Não é algo que resulte comigo, pois não consigo adormecer em autocarros, a não ser que esteja extremamente cansada. Mas reconheço que é uma boa maneira de sobreviver à viagem, pois dormir faz com que o tempo passe muito mais depressa.

2. Escolhe um bom lugar: Se tu gostas de ir à frente ou de ir no lugar à beira da janela, certifica-te que compras o bilhete com antecedência para poderes reservar esse lugar. Caso não dê para reservar, vai mais cedo para te sentares nele. Garantir um lugar confortável é sempre uma grande mais valia para te sentires melhor durante a viagem.

3. Carrega e leva os teus dispositivos eletrónicos: Não queres estar a meio da viagem e, de repente, ficares impossibilitado/a de contactar alguém, porque o teu telemóvel ficou sem bateria. Além disso, carregar outros dispositivos como o teu leitor de música ou computador garante que tens com que te entreter durante todo o percurso.

4. Leva phones: A não ser que queiras ser aquela pessoa odiada por toda a gente do autocarro, leva phones para ouvir música.

5. Leva alguma comida contigo: Em algum ponto da viagem, certamente que irás ter fome, portanto leva comida leve que possas comer no autocarro, como pão ou bolachas. Além disso, leva dinheiro para tomares um café ou almoçar algo numa estação de serviço.

6. Mantêm-te hidratado, mas tenta beber o menos possível: Não vou dizer para morreres à sede, porque isso não faz nada bem à saúde, mas tenta beber o menos possível. Durante a viagem, é pouco provável que pares muitas vezes em estações de serviço, pelo que irás ter acesso limitado às casas de banho. Além disso, não sei se sou a única a achar isto, mas ir a casas de banho dentro dos autocarros é mesmo esquisito, não gosto mesmo de ir.

7. Leva lenços de papel e desinfectante de mãos: A maioria das casas de banho das estações de serviço são nojentas, nunca têm papel higiénico e, por vezes, até é preferível não lavar as mãos do que lavá-las naqueles lavatórios sujos. O melhor é ir prevenido/a, por isso leva lenços de papel e desinfectante de mãos para utilizar depois de ires à casa de banho.

8. Veste-te de forma confortável: Não queres estar 6 horas no autocarro, por exemplo, com roupa demasiado apertada e calçado demasiado confortável. Certifica-te que levas roupa confortável, um pouco larga, umas sapatilhas, e um casaco quente para o caso de estar frio.

9. Quando o autocarro fizer paragens, estica as pernas: Isto é essencial, uma vez que estarás muito tempo sentado/a e parado/a num lugar, e os teus ossos e músculos poderão ficar um bocadinho atrofiados. De cada vez que o autocarro parar numa estação de serviço, sai para dar uma volta, esticar as pernas e apanhar um pouco de ar puro.

10. Fala: Se estiveres com um amigo ou familiares, falar é uma boa maneira de passarem o tempo e, se forem viajar, planear melhor todos os sítios que querem visitar.



E vocês? Quais são os vossos truques para sobreviverem a uma viagem longa de autocarro?
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

2 comentários:

  1. Já fiz uma viagem de autocarro de 24 horas! Foi extremamente cansativo... Mas foi uma aventura haha.
    Como não levei muita comida, passei fome, pois o autocarro não fazia muitas paragens longas. Por isso, sim, a dica da comida é essencial. Tive sorte de ter uma porta USB onde consegui carregar o meu telemóvel e, claro, levei phones.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma viagem de 24 horas? Que horror, nem consigo imaginar! O máximo que fiz foi de 8 horas, e já achava que era muito.

      Eliminar