!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

sábado, 4 de março de 2017

5 questões que deves colocar a ti mesmo/a se não estás a obter o que queres


Sou uma pessoa que está constantemente a refletir sobre as coisas e de se questionar sobre a vida, o que, por vezes, é uma qualidade e outras vezes é um defeito. Quando passo por uma fase em que algo não corre bem e/ou não estou a atingir o que quero, é inevitável que perguntas me surjam na minha cabeça. Antigamente, umas eram melhores do que outras, outras que me faziam pensar que era fraca e não valia nada.

Porém, com o passar do tempo, aprendi a fazer as questões certas, questões que me fizessem chegar à verdadeira conclusão que justificasse o meu insucesso. São questões que considero que toda a gente devia fazer-se a si mesmas quando não estão a obter algo, quer esse "algo" seja um grande objetivo, ou um pequeno sonho como comprar a casa do lado.


1. Será que eu sei aquilo que realmente quero? : Há uma diferença entre querer passivamente algo ( por exemplo, querer que algo de bom aconteça a ti, como ganhar o euromilhões) e querer realmente algo. Quando desejas coisas de modo passivo tu, na verdade, não fazes nada para as obter, mas quando tens algo em mente, que queres mesmo, vais fazer tudo o que estiver ao teu alcance para obter aquilo que queres. Se tu sabes exatamente aquilo que queres, elaborarás um plano com todos os passos que precisas de realizar para atingir os teus objetivos.

2. Será que eu sei aquilo que não quero? : Saber aquilo que não queres é quase tão importante como saberes aquilo que queres. Se tu sabes que não queres que determinada coisa aconteça ( como um emprego que odeias), farás de tudo para que tal não aconteça. Apesar de o "não querer" ter, muitas vezes, uma conotação negativa, não querer algo de maneira confiante levar-te-á mais depressa para o caminho do sucesso.

3. Planeei algo? : Tal como já disse acima, se tu sabes aquilo que queres, decerto que planearás algo para atingir esse fim. No entanto, muitas são as pessoas que desejam mesmo algo, porém não fazem nada para o obter. Nesta vida, raras são as coisas que nos são dadas de mão beijada, portanto se queres algo tens que ir atrás disso. Dito isto, para atingires os teus objetivos tens que elaborar um plano, com todos os passos que tens que realizar, e certificar-te que estás a cumpri-los todos.

4. Fiz tudo o que podia sozinho/a? : Se realmente queres algo, tens de te perguntar se fizeste tudo o que estava ao teu alcance para o obter, se utilizaste todos os teus recursos disponíveis e se aproveitaste todas as tuas capacidades e potencial.

5. Já pedi ajuda? : Se já esgostaste todas as tuas possibilidades no ponto 4, está na altura de pedires ajuda a alguém. Pedir ajuda não é sinal de fraqueza nem terás menos mérito por isso, é sinal de humildade, de inteligência e, acima de tudo, que queres mesmo obter aquilo que tu queres, independentemente de tudo.


Lê também: 5 hábitos que tens de eliminar para atingir os teus objetivos.
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

4 comentários:

  1. Esta publicação faz mesmo falta, é ótimo ter alguém a escrever sobre assuntos como este, visto que somos confrontados imensas vezes com pequenas "desilusões" que nos deixam um pouco em baixo, para mais tarde percebermos que nem sequer era o que precisávamos, ou que não trabalhámos o suficiente para as ter!
    http://sunflowers-in-the-wind.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. Era mesmo de ler esta publicação que eu estava a precisar. A verdade é que ando um pouco confusa em relação ao meu futuro profissional... Obrigada por partilhares algo assim! :)
    Beijinho grande e muitas felicidades!

    chamammepequenita.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada eu por leres. Fico feliz por te poder ajudar :).

      Eliminar
  3. Questões que nos fazemos tantas vezes...

    ResponderEliminar