!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

quarta-feira, 29 de março de 2017

5 qualidades que um enfermeiro deve ter


Muitos concordarão que Enfermagem é uma das profissões menos valorizadas em Portugal e não só. Poucos entendem o esforço e a dedicação que esta profissão exige. Eu percebi isso mesmo antes de entrar em Enfermagem quando, aos 16 anos, a minha mãe foi internada devido a um problema de coração ( felizmente, agora está bem, e tudo correu bem na altura).

Durante o tempo em que a minha mãe esteve internada e, mais tarde, durante os meus estágios ( principalmente o meu estágio hospitalar), já vi de tudo. Já vi enfermeiros fora do comum, enfermeiros muito bons, enfermeiros mais ou menos, enfermeiros antipáticos, simpáticos, enfermeiros que só andam lá por dinheiro,... E durante todo esse tempo, desenvolvi um modelo de qualidades que gostaria de ter enquanto profissional, e que gostaria que, idealmente, todos os enfermeiros tivessem, para garantir que tanto eu e os meus familiares fossemos bem cuidados um dia, se fossemos internados.


1. Humildade: Meus caros amigos, se há coisa que eu já aprendi neste curso, é que Enfermagem não é para pessoas vaidosas, egocêntricas e/ou arrogantes. Afinal, é com a vida das pessoas que estamos a lidar, por isso como é que vamos ajudá-las se só ambicionamos dinheiro e prestígio? Obviamente que todos nós gostamos de ser reconhecidos pelo trabalho que fazemos, mas temos que ter, acima de tudo, humildade para reconhecer os nossos erros e para reconhecer que ninguém é mais do que os outros.

2. Simpatia: Se fossem hoje internados com uma doença grave ( *bater na madeira*), sem conhecimento das possíveis consequências e se irão sobreviver ou não, e estivessem sós num quarto, sem ninguém conhecido, a quem é que vão recorrer para se reconfortarem? Aos enfermeiros, pois claro. Os enfermeiros não são meros profissionais com conhecimentos técnicos e práticos, são pessoas que também são "advogados dos doentes" ( uma expressão que uma professora minha adora usar, e que faz todo o sentido!), pois apoiam o doente, escutam aquilo que tem para dizer ( as suas perguntas, preocupações, receios...) e defendem os direitos e a vida do doente. Em situações de doença e stress como esta, ser brindado com um sorriso e umas palavras amigas faz logo toda a diferença da motivação e ânimo do doente para enfrentar a doença ou aderir ao regime terapêutico!

3. Competências comunicativas e sociais: Competências comunicativas e sociais sólidas são a base de qualquer carreira. Porém, em Enfermagem, estas competências são especialmente importantes. No seu dia a dia, os enfermeiros têm de lidar com pessoas de todas as faixas etárias, culturas diferentes, grau académico diferente, pelo que a sua linguagem deve adaptar-se sempre à pessoa com quem está a falar. Não podemos explicar uma doença da mesma forma a uma pessoa adulta  com licenciatura e a um idoso analfabeto, por exemplo. Boas capacidades de comunicação também incluem saber ouvir o doente quando é preciso, deixá-lo desabafar, colocar as suas questões.... Tudo isso contribuí para se construa uma relação de confiança com o doente, que é necessária para um melhor tratamento ou cuidar.

4. Criatividade: Enfermagem é uma profissão, à primeira vista, fora do campo das artes, mas isso não significa que a criatividade esteja excluída desta área. Em primeiro lugar, Enfermagem é, sim, uma arte ( a arte do cuidar) e, em segundo, os enfermeiros têm de ser criativos no seu dia a dia para responder às exigências da profissão. Os enfermeiros estarão muitas vezes em serviços com falta de material, pelo que têm de arranjar maneira de realizar todos os procedimentos com o que têm, têm de saber adaptar os procedimentos às mais variadas necessidades do doente, têm de arranjar maneiras criativas de motivar o doente a aderir ao regime terapêutico... Portanto, como vêem, é preciso muita criatividade!

5. Paciência: Neste trabalho, é preciso ter muita paciência. E quando digo muita, é mesmo muita! Os enfermeiros têm que lidar com muita coisa, com colegas que não aceitam as nossas trocas, com chefes maus, com colegas que não nos ajudam, com doentes muito exigentes ou pouco colaborantes, com familiares que exigem saber tudo o que se passa e que querem mudar tudo... Nem sempre tudo é fácil, mas com paciência, persistência e boa comunicação, tudo se consegue!


E vocês? Quais é que acham que são as qualidades que um enfermeiro deve ter?

Lê também: 5 coisas que todos os estudantes de Enfermagem ouvem
                    Razões pelas coisas não deves ir para Enfermagem
                    Lições que aprendi no meu primeiro estágio num Hospital

 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

16 comentários:

  1. Não só enfermeiros, as qualidades que referiste devem estar presentes em qualquer profissional :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também se aplicam a outros profissionais, de facto :).

      Eliminar
  2. Eu como paciente valorizo tudo isso, também já me calhou de tudo! E um enfermeiro com todas essas características ajuda ainda mais na recuperação do paciente, acho eu.

    ResponderEliminar
  3. Nem mais! O pior é que há muitos enfermeiros que não são nada assim.. x

    E. ♥ Meet me for Breakfast

    ResponderEliminar
  4. Concordo com tudo o que disseste. Acho que a vossa profissão é de louvar e de respeitar :)

    ResponderEliminar
  5. Não diria melhor! Os enfermeiros, a meu ver, até conseguem ter uma relação ainda mais próxima com os doentes do que os próprios médicos!

    http://cidadadomundodesconhecido.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Verdade! Eu vi isso no meu estágio. Os enfermeiros estão sempre lá, os médicos só aparecem de vez em quando e é para falarem 5 minutos.

      Eliminar
  6. A compaixão é outra e, infelizmente, faz falta a muitos profissionais. Em todas as áreas não só aos enfermeiros.

    ResponderEliminar
  7. Concordo com todas essas características, só acho é que as pessoas podiam mostrar mais respeito pelos enfermeiros, porque bem merecem!!

    ResponderEliminar
  8. Eu concordo totalmente contigo. No futuro, quero ser uma enfermeira com essas 5 qualidades sem dúvida alguma.
    Adoro esses teus post's, adoro mesmo!

    Um beijinho,
    Baú da Vaidade
    Wishlist April (Birthday)

    ResponderEliminar
  9. Valorizo especialmente a humildade e acrescentaria amor/vocação à profissão. Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, ter vocação também é muito importante!

      Eliminar