!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

quarta-feira, 22 de março de 2017

10 coisas que te deves relembrar no teu estágio de enfermagem


Há uns tempos atrás, fiz um post com dicas para um estágio bem sucecido e, embora essas dicas também se apliquem em estágios de enfermagem, decidi escrever algo mais específico ao meu curso.

Como já devem ter lido no meu blog, Enfermagem é um curso muito prático, que nos permite estagiar em hospitais, centros de saúde e lares de idosos desde muito cedo. No meu caso, comecei a estagiar logo no primeiro ano, em Maio, e nos anos seguintes, estagiarei sempre todo o 2º semestre.

Cada estágio é diferente, tem exigências diferentes e, embora a dificuldade destes estágios vá aumentar de ano para ano, conforme aquilo que vamos aprendendo, há sempre princípios básicos que nos devemos relembrar, não só enquanto estagiários, mas também no futuro, quando formos enfermeiros.


1. Veste-te de forma apropriada: Isto é válido não só no teu estágio, mas para a tua futura profissão. Veste a tua farda sempre direitinha, bem passadinha, e veste outra quando a sujas ( nada pior do que ir com uma farda suja para junto do doente). Prende sempre o cabelo, não andes com qualquer tipo de acessórios ou bijuteria, nem pintes as unhas ou uses unhas de gel ( pois toda a sujidade das tuas mãos ficará presa no verniz).

2. Relembra-te de lavar as mãos: Sobretudo em contexto hospitalar. No hospital, deves lavar as mãos em 5 momentos, antes do contacto com o doente, antes de contactos limpos ou asséticos (por exemplo, aspiração de secreções ou injeção subcutânea), após risco de exposição a fluídos orgânicos, após contacto do doente e após contacto com ambiente do doente ( ou seja, quando sais do quarto do mesmo). Durante o teu estágio e toda a profissão, lavarás muitas vezes as mãos, pelo que estas ficarão facilmente secas. Para as manteres mais hidratadas, anda sempre com um creme de mãos pequeno no bolso da farda.

3. Mantém sempre a privacidade do doente: Esta é, muito provavelmente, uma das primeiras coisas que aprendi quando entrei em Enfermagem. Devemos sempre zelar pela privacidade do doente, e isso significa fechar as cortinas para realizar procedimentos como banho no leito ou algaliação, nunca deixar o doente despido nem descoberto se tiver na cama,...

4. Deves incentivar sempre a autonomia dos teus doentes: Foi uma das lições que aprendi no meu primeiro estágio, muito importante. Muitos pacientes têm a ideia de que, quando estão internados num hospital, os médicos, enfermeiros e auxiliares vão fazer tudo por eles, mas na realidade não é assim. A nossa função é curar os doentes mas, ao mesmo tempo, certificarmo-nos que ficam progressivamente mais independentes para que, quando tiverem alta, sejam capazes de levar uma vida o mais normal possível. Isto significa que se um doente pode andar, devemos incentivá-lo a dar um passeio pelo serviço, devemos incentivá-lo a comer sozinho, a dar banho sozinho,...

5. O banho é um momento privilegiado para o exame físico: Outra das lições que aprendi no meu primeiro estágio. O banho é momento ideal para realizar o exame físico ao doente, avaliar a pele, ver se há algum edema ou sinal de inflamação, feridas, úlceras de pressão,... É por isso que devem ser os enfermeiros a dar banhos aos doentes e não as auxiliares.

6. Nunca te esqueças da regra dos 6 certos quando administrares medicação: A regra dos 6 certos é muito importante na hora de administrar medicação, pois evita muitos erros, muitos acidentes e, possivelmente, muitas mortes. Os 6 certos são medicamento certo, dose certa, via certa, horário certo, doente certo e registo certo.

7. Quem prepara administra: Outra das coisas que ouvi muito nas minhas aulas, principalmente este ano. O enfermeiro que prepara a medicação e confirma os 6 certos, deve ser aquele a administrar, para evitar erros e/ou trocas de doentes.

8. Caso tenhas dúvidas, nunca realizes um procedimento: Principalmente se envolver administrar medicação. Foi o que nos disseram no primeiro dia do estágio deste ano. Caso tenhamos alguma dúvida, por mais pequena que seja, no material, na teórica ou na execução do procedimento, nunca o devemos realizar sem antes tirar a dúvida. Realizar algo com dúvidas pode ter consequências muito graves na nossa profissão, podendo levar até à morte de doentes ( uma simples diluição mal feita já é o suficiente).

9. Respeita sempre a vontade do doente: Nós temos o conhecimento, a técnica e os recursos para ajudar o doente mas, no final, é ele que tem a última palavra. Qualquer doente ( desde que consciente.,se não for, é a família ou alguém responsável por ele que decide) tem o direito de rejeitar os tratamentos, mesmo que estes tratamentos sejam a sua diferença entre a vida e a morte.

10. Lembra-te do lema " não faças aos outros o que não queres que te façam a ti": Isto é válido em tudo na vida, mas principalmente em enfermagem. Pensa naquilo que farias se tivesses um familiar ou se fosses tu que tivesses internado. Pensa depois na maneira como gostarias que tu ou esse teu familiar fosse tratado. É assim que deves agir sempre perante os teus doentes.


Alguém de Enfermagem por aí? Quais são as dicas que dão ao estagiários para estes terem sucesso?

 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

2 comentários:

  1. Não sou enfermeira. No entanto, devo dizer que, dentro de um hospital, seja ele qual for, é sempre o profissional que mais admiro. Já conto com 7 internamentos e foram sempre os enfermeiros quem melhor me tratou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fogo, coitada de ti, já estiveste internada tantas vezes! É normal os enfermeiros, estão mais tempo com os doentes do que os médicos ou até mesmo os auxiliares.

      Eliminar