!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

7 razões para parares de dizer " não tenho tempo"


" Eu não tenho tempo". Uma das desculpas esfarrapadas e aborrecidas que mais ouvimos e, sobretudo, que mais dizemos. E pior de tudo, que nos faz sentir culpados e nos faz desperdiçar a nossa vida.

Dizer esta frase faz com que saiamos com amigos ou com a família, que faltemos a festas de aniversário, que adiemos consultas médicas,... É certo que hoje em dia vivemos uma vida com horários rígidos e mil e uma tarefas para cumprir, mas será que estamos a saber geri-lo? Uma das primeiras coisas que devemos fazer para saber isso é deixar de dizer "não tenho tempo", e aqui estão umas boas razões.


1. A tua vida "ocupada" não é assim tão ocupada: Eu não sei da vida de toda a gente, e tenho a certeza que algumas pessoas têm um horário muito mais apertado do que outras, mas grande parte das pessoas que diz " não tenho tempo" ou procrastina muito e não se sabe organizar, ou então está a tentar safar-se de alguma situação ( por exemplo, não ir aqueles jantares chatos de trabalho). Quantas vezes deixaste de fazer um trabalho importante para ver mais um episódio de uma série? Todos nós já o fizemos.

2. A procrastinação é o teu maior inimigo: Tal como já referi acima, umas das grandes razões pelais quais tu achas que não tens tempo é porque procrastinas muito. É muito mais fácil deixar para amanhã aquilo que podemos fazer hoje.  Muitas vezes achamos que estamos com muitas coisas para fazer e sem tempo para as fazer porque, na verdade, passamos demasiado tempo a procrastinar e, quando damos conta, já acumulámos mil e uma tarefas.

3. Não é a tua prioridade: Não te apetece sair numa sexta feira à noite? Não te apetece ir aquele jantar de trabalho aborrecido? Não te apetece ir às compras com amigas? Tudo bem, todos nós temos as nossas prioridades e os nossos gostos, mas não é preciso encher toda a gente com essa desculpa do " não tenho tempo". Além de estares sempre a mentir, as pessoas vão acabar por perceber e deixar de confiar e/ou acreditar em ti.

4. É apenas uma desculpa: Ao dizer muitas vezes " não tenho tempo", acabas por tirar o significado todo à frase, e passa apenas a ser uma desculpa esfarrapada. Se não queres ser conhecido/a pela pessoa que está sempre a inventar desculpas e, sobretudo, queres atingir os teus objetivos, larga esta frase de vez.

5. Faz-te sentir culpado/a:  Quantas vezes disseste a um amigo que não podias sair ou aos teus pais que não podias ir almoçar com eles, e depois acabaste por te sentir culpado/a? Nós desperdiçamos tantos momentos preciosos com os nossos amigos, familiares e namorado/a, e quando damos conta, o tempo passou e já não podemos voltar a trás. A vida é curta, por isso temos que aproveitar todas as oportunidades que temos para conviver com quem mais amamos.

6. Impede-te de estar presente: Estar sempre a dizer " não tenho tempo" coloca-te, involuntariamente, num nível de stress e preocupação com os teus afazeres. E, ao recusares momentos de lazer e de convívio, a única coisa que passas a ter na tua cabeça é a lista enorme de tarefas que tens de cumprir, e isso impede-te de te apreciar os momentos e pequenos prazeres do presente.

7. É uma escolha: Quando reclamas sobre o quanto tens de estudar para as frequências da faculdade ou o trabalho que tens no teu emprego, não é como se alguém te tivesse obrigado a ir para lá. Quando foste para a escola, fizeste a escolha de estudares. Quando entraste para a Universidade, escolheste o teu curso, à partida ( e digo, à partida, porque há situações em que os pais obrigam os filhos a escolher o curso). Escolheste ter esse emprego ( ou dois empregos). No final do dia, a vida é tua e tu fazes com ela aquilo que quiseres. Tu é que sabes, melhor do que ninguém, se aquilo que estás a fazer vale a pena, ou se preferias estar a fazer outra coisa qualquer.



Lê também: 5 dicas simples para sentires mais controlo sobre a tua vida.
                    10 coisas em que precisas de deixar de desperdiçar tempo.

 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

13 comentários:

  1. Nós fazemos com que haja tempo. É certo que, por vezes, a vida é demasiado atarefada e só nos apetece chegar a casa e descansar. Mas podemos sempre reservar uns minutos do nosso dia para aquele café que andamos a adiar.

    ResponderEliminar
  2. Após ler o teu post, acho que devemos ter mais tempo para a vida :)

    ResponderEliminar
  3. Concordo! Isso foi algo que percebi há pouco tempo.
    Antes queixava-me, pois tinha trabalho e faculdade, além de cuidar da casa e outros afazeres. Agora, além disso, ainda tenho uma filha para cuidar! No entanto, percebi que consigo arranjar tempo para quase tudo, se realmente for importante. Às vezes falta mesmo tempo, mas outras é só falta de vontade/interesse ou até mesmo de organização.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também foi algo que percebi há pouco tempo. Antes queixava-me que nunca tinha tempo para sair, porque tinha muito que estudar, mas agora arranjo sempre um tempinho para aqueles que mais gosto.

      Eliminar
  4. Este post é tão indicado para mim! Às vezes digo que não tenho tempo mas na verdade tenho é preguiça...

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Basta conseguir gerir melhor o nosso tempo e conseguimos fazer tudo o que queremos :)

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  6. É verdade que o dia-a-dia da maioria das pessoas é cada vez mais atarefado mas muitas vezes é também mal organizado.

    ResponderEliminar
  7. Pois é, na verdade as pessoas têm mais tempo do que aquele que pensam ter, mas não o sabem gerir e ocupam-no com coisas que não lhes traz nada de significativo... Como o exemplo que deste das séries. Também eu as vejo (e vejo muitas, acredita!), mas não as uso como desculpa para não fazer o resto das coisas. Na verdade, acho que é uma questão de organização e de definição de prioridades. Quando sabemos exactamente o que queremos da vida, que objectivos queremos alcançar e que projectos queremos ver realizados, fica muito mais fácil dedicarmos tempo a essas coisas para que os sonhos avancem e se tornem realidade. O mesmo é válido para as pessoas que estão na nossa vida: elas não vão estar lá para sempre, por isso é bom que arranjemos tempo para elas agora. Com um pouco de perspectiva, acho que é bem fácil escolher o que fazer em cada momento do dia, sem culpas por não se estar a fazer outra coisa qualquer.

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não poderia concordar mais com o teu comentário! É tudo uma questão de prioridades. Nós nunca teremos tempo, temos que ser nós a criá-lo, e para isso é preciso estabelecer-se prioridades e ser organizado.

      Eliminar