!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

5 mitos sobre o sono


Atualmente, apesar de toda a informação disponível, em livros, Internet ou televisão, são ainda muitas as pessoas que desvalorizam o sono e que acreditam em vários dos mitos que vou falar hoje.

Não sou nenhuma especialista em sono, nem perto disso, mas já tive várias aulas no meu curso de Enfermagem sobre este tema e, nessas aulas, tive oportunidade de descobrir que algumas crenças populares sobre o sono não são verdadeiras. E hoje vou desmistificar algumas dessas crenças.


1. O álcool ajuda a dormir melhor: Muitas pessoas têm o hábito de beber um copo de vinho um pouco antes de ir para a cama, para conseguirem " dormir melhor". O álcool, de facto, ajuda a adormecer mais depressa, porque é um sedativo natural. No entanto, este impede de atingires o ciclo REM, que é a fase mais profunda do sono ( e a que, normalmente, descansa mais o cérebro), o que faz que tenhas um sono leve e muito menos reparador.

2. O meu corpo vai ajustar-se a horários irregulares de sono: O nosso corpo tem  ciclos circadianos, espécies de "relógios biológicos", que acompanham as 24 horas do nosso dia. Por exemplo, a variação da temperatura é um ciclo circadiano do nosso corpo, não temos a mesma temperatura todo o dia, de manhã a temperatura é mais elevada para acordarmos e à noite é mais baixa para dormirmos.O que acontece quando temos um emprego com turnos rotativos ( ou seja, num dia trabalhamos de tarde, e no outro à noite, por exemplo), é que o nosso corpo nunca se irá ajustar aos vários turnos, porque fica confuso, fica  " a pensar" porque motivo não está a dormir quando todo o organismo lhe envia sinais que é o que deveria estar a fazer.  O nosso organismo tem um horário tal como nós que, quando não respeitado, pode causar grandes distúrbios de sono ( mesmo quando nós achamos que já estamos habituados a rotinas de sono irregulares). No caso de turnos fixos, como uma pessoa que trabalhe todos os dias à noite, aí sim, o organismo irá começar a adaptar-se e considerar o dia "noite" ( claro que, pessoas que trabalhem de noite têm que criar sinais artificialmente para o corpo saber que é hora de dormir, como sair do trabalho com óculos de sol para a luz não despertar, diminuir a luz em casa, vestir o pijama e fechar as persianas como se fosse noite....) Acho que irei abordar isto de maneira mais aprofundada, porque este tema é muito interessante.

3. Durmo 5 horas por noite nos dias de semana, mas ao fim de semana compenso e durmo 12 horas: Infelizmente, não é assim que o nosso organismo funciona. Na verdade, não há um débito de sono, isso é claramente um mito inventado por pessoas que se sentem culpadas por dormir pouco durante a semana. Não é possível compensar o sono. A única coisa que é possível fazer é esquecer as noites que foram mal dormidas, dormir bem nas noites seguintes, e tentar dormir 8 horas sempre ( mesmo em dias de trabalho).

4. As pessoas mais idosas não precisam de dormir tanto: Esta é uma crença bastante popular. Todos nós conhecemos pessoas idosas que nunca dormem mais do que 4 ou 5 horas. No entanto, isso não têm a ver com o facto de só precisarem de dormir essas horas, tem a ver com o facto de, frequentemente, irem desenvolvendo distúrbios de sono à medida que envelhecem. Na verdade, uma vez atingida a idade adulta, o número de horas que precisamos será sempre o mesmo.

5. Algumas pessoas conseguem estar bem com poucas horas de sono: Há pessoas que anunciam a toda a gente, muito orgulhosamente, que só precisam de 4 ou 5 horas de sono para se sentirem bem. De acordo com estudos realizados, apenas 2% da população mundial precisa de menos de 6 horas de sono. O resto precisa de 7 a 9 horas de sono, em idade adulta. Mesmo que não te sintas cansado/a nem tenhas sono com 5 horas de sono, o teu cérebro não funciona tão bem, e certamente reages de forma mais lenta aos estímulos, quando reagirias mais rápido se tivesses tido as horas de sono necessárias. O motivo pelo qual não tens sono com 5 horas de sono, mas o teu cérebro não está completamente funcional, é por que temos dois tipos de ciclos de sono, NREM e REM ( acho que são estes os nomes, corrijam-me se tiver errada). O primeiro ciclo, NREM, ocorre nas primeiras horas de sono, e é o que faz com que o nosso corpo recupere energia. O segundo ciclo, REM, é o que "descansa" o nosso cérebro. O que acontece quando dormimos apenas 5 horas, é que completamos o primeiro ciclo, mas ficamos a meio do segundo, o que significa que temos o corpo descansado, mas a nossa cabeça não está.


E vocês? Também acreditavam nestes mitos?

 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.pngLer também: Como dormir melhor .

29 comentários:

  1. Quando estava na universidade, só tinha tempo para os trabalhos durante a noite, então o meu dia tinha basicamente 20 horas e as outras 4 horas era para dormir e voltar a acordar cedo. Não vou mentir, andava sempre desgraçada e aproveitava o fim-de-semana para dormir mais, às vezes 12horas. Mas eu estranhava sempre as horas de sono, porque a dormir 4h por noite andava cansada, mas 6h por noite deixavam-me super enjoada um dia inteiro.

    O sono é super importante e as pessoas desvalorizam-no constantemente. Hoje em dia durmo 8h/8h30 por noite e acordo lindamente. Se o meu corpo está programado para acordar nos dias de folga à mesma hora? Está e sem despertador xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente, não admirava nada andares tão cansada, não dormias mesmo nada.
      Eu também acordo sempre à mesma hora, mesmo aos fins de semana, é engraçado como o nosso corpo já está programado xD.

      Eliminar
  2. Bom dia Cherry,
    Este post está muito bom! Eu acreditava no último.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Eu com a gravidez ando com o sono todo trocado. De noite tento deitar-me cedo pois acordo as 6 e tal da manhã mas acabo por ficar uma hora ou duas para conseguir dormir, e depois acordo imensas vezes e custa a adormecer novamente. Depois tento dormir sempre que o bebe que tomo cobta de dia dorme, mas mesmo assim sinto-me cansada.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A gravidez às vezes altera o padrão de sono, pelo que ouvi dizer. Fala isso com um médico a ver o que ele te aconselha a fazer :).

      Eliminar
  4. Achei mesmo interessante esta publicação, mas gostava que aprofundasses um pouco mais a questão que referiste e, ainda, a do débito de sono. Porque, penso serem os mitos mais enraizados na sociedade.
    Eu com o sono e com a saúde não gosto de brincar muito. Por isso, quando em deito mais tarde, sei logo que vou andar molengona durante algum tempo e é uma treta. Nunca desvalorizo as preciosas 8h ou mais horas de sono, por muito que grande parte das pessoas diga que é uma perda de tempo. Prefiro dormir em condições e dar 100% de mim ao dia. Ao invés de andar aí feita zombie e dormir apenas umas míseras 5/6 horas...
    Obrigada pela partilha Cherry :)
    Um beiiiijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :).
      Vou ter em conta as tuas sugestões, obrigada :).
      Dormir é mesmo importante, as pessoas desvalorizam muito isso, nem imaginam os benefícios que dormir bem pode trazer.
      Obrigada eu por leres :).

      Eliminar
  5. O ponto 3 assenta-me que nem uma luva!
    O ponto 5: Há muitas excepções. Pessoas que com apenas 3/4 horas sentem-se bem. Tive o meu pai. Mais conhecido é o caso do actual P.R. Marcelo.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As pessoas acham que até podem funcionar bem com 3 ou 4 horas, mas na maior parte das vezes é apenas uma sensação, na verdade o organismo está mais fraco, mais propenso a doenças, há uma menor capacidade de reação...

      Eliminar
  6. Há uns anos atrás conseguia até fazer diretas e andar como se nada fosse... Hoje acho que a idade já pesa e estou a pagar por essas coisas que fiz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu só fiz direta duas vezes na minha vida, e foi para diversão, nunca para estudar... Não gosto de as fazer, para mim o sono é essencial.

      Eliminar
  7. R: É isso mesmo que dizes. A questão é que no fundo eu queria estar com ele, mas sei que não posso então não quero tê-lo perto de mim, sem poder tê-lo comigo (n sei se me fiz entender). Porque senão nunca o esquecerei...

    Gostei do teu post :) Muito útil!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Entendi, eu sei como é, como eu te compreendo...
      Obrigada :).

      Eliminar
  8. É verdade ! Eu quando durmo menos de 7 horas , sou capaz de aguentar o dia mas muito mal , passo a ter dores de cabeça e a concentração é péssima

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não consigo dormir menos de 7 horas, também fico com dores de cabeça.

      Eliminar
  9. Vi um estudo em que dizia, que necessitamos apenas de dormir 4 horas, o nosso corpo recarrega nesse tempo, eu não sei se deva acreditar, hoje em dia há estudos de tudo e mais alguma coisa..., mas o que recomendam são as tão faladas 8h, eu durmo muitas vezes 8h certinhas e acordo zombie na mesma xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Esse estudo é uma treta, há muitos estudos que só inventam e dizem aquilo que as pessoas querem ouvir xD.
      Às vezes é assim, andamos tão atarefados quem nem com 8 horas de sono estamos bem xD.

      Eliminar
  10. Essa de o álcool ajudar a dormir melhor é muito boa ahaha

    ResponderEliminar
  11. Eu gostava de não precisar de dormir tanto, porque há tanta coisa que gostava de fazer...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também, às vezes gostava que fosse possível dormir menos, para poder viver mais... Passamos um terço da nossa vida a dormir, isso é impressionante!

      Eliminar
  12. Não gosto nada de dormir (há tantas coisas interessantes que podia estar a fazer!) e tenho um problema: adoro deitar-me tarde, mas também adoro acordar cedo. Assim não dá, não é? Infelizmente preciso de dormir para conseguir funcionar a 100%... Por isso, contrariada, lá vou eu para a cama a horas decentes. Por norma chego às 7h por noite, mas nunca consigo dormir as 8h. Nem acho que preciso. Acordo quase sempre por mim, sem despertador, tanto nos dias de semana como ao fim-de-semana, e com energia para enfrentar um novo dia.

    Os horários irregulares sempre me fizeram um pouco de confusão. Não sei como é que algumas pessoas aguentam, andar a trocar as horas de sono de 4 em 4 dias deve ser tão cansativo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, isso é um problema xD. Desde que durmas, no mínimo, 7 horas por noite, já é suficiente. Menos do que isso não.
      É cansativo, eu vejo isso na minha tia que é enfermeira, chega a ser esgotante.

      Eliminar
  13. E as pessoas erram tanto ao acreditar neles.

    Cátia ∫ Meraki

    ResponderEliminar
  14. Uau, apesar de ser pequenino, adorei bastante a leitura desta publicação! Há coisas aqui nas quais eu acreditava, mas nada como alguém com alguma formação para nos chamar a atenção! A sério, por mais posts destes!!!
    Beijinhos!

    A Vida de Lyne

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, fico feliz por saber que gostaste :).
      Talvez faça mais, vou pensar em mais temas :).

      Eliminar