!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

domingo, 4 de setembro de 2016

Timings certos



Ao contrário do que as pessoas pensam existem timings para quase tudo na vida. Muitas pessoas acham que não, que isso é uma ideia romantizada que não corresponde à realidade, que não há lugares nem momentos certos, que se queremos fazer uma coisa, tem de ser na hora. Na verdade, acreditar que não há timings certos para nada é que é uma ideia bastante romantizada.

Por muito que eu seja defensora que devemos viver o presente e que devemos realizar todos os nossos sonhos enquanto estamos cá ( quer agrademos aos outros ou não), existem coisas que não dá para ser assim, ou se faz no timing certo ou pode correr muito mal.

Gosto de comparar a vida a um jogo de cartas. Vocês, de certo, não vão jogar a vossa melhor carta logo no início do jogo, porque depois as outras não são tão boas e perdem. Vão esperar pela melhor oportunidade para lançar a melhor carta e ganhar. O mesmo se passa na vida. Se têm um objetivo, como construir uma empresa,  não vão investir o vosso dinheiro todo de uma vez numa coisa que não sabem se resulta ou não. Vão planeando as coisas cautelosamente, investindo aqui e ali, ir lançando pequenos produtos para o mercado e perceber se funcionam ou não. Mais, um mesmo produto pode não funcionar no mercado atual, mas pode funcionar no mercado daqui a 5 anos, por exemplo.

Quase tudo na vida é uma questão de saber fazer e dizer as coisas na hora e no lugar certo. Há coisas que poderemos fazer sempre, independentemente do caos que reine na nossa vida, mas outras não. É tudo uma questão de saber reconhecer os timings certos.


 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.pngE vocês? Acham que existem ou não timings certos?

29 comentários:

  1. Concordo plenamente, essa analogia que fizeste entre a vida e um jogo de cartas é maravilhosa !
    Beijo ♥
    Trovoada dos Sonhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Cherry,
    Concordo em parte com o que dizes. No entanto, não posso deixar de referir, e pegando na tua analogia do jogo de cartas, que existe uma grande diferença entre jogar (e esperar para apostar na melhor carta) e não jogar de todo.
    Acho que muitas vezes confundimos o timing de arriscar tudo com o timing para começar a preparar o terreno para quando esse timing chegar.
    Outro exemplo é quando uma pessoa quer mudar de carreira ou de vida, mas está à espera do timing certo para o fazer. Na verdade, o que acho mais importante é começar a preparar esse timing, porque as oportunidade não nascem sozinhas e é preciso fazer alguma coisa para que elas comecem a surgir.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, concordo que por vezes as pessoas usam " o timing certo" para não agarrarem as oportunidades e nunca arriscarem.
      Eu acho que isso de mudar de carreira é algo que pode ter um timing certo, por exemplo, se a pessoa tiver numa situação económica complicada e estiver à espera de poupar mais dinheiro para tirar outro curso.

      Eliminar
    2. Certo! Mas é preciso planear e isso já é o primeiro passo. Nesta altura não há timings certos, há o agora!
      Digo várias vezes, que precisamos de tomar a decisão e agir. Agir agora! Mas agir apenas significa dar o primeiro passo e dar o primeiro passo pode apenas significar planear.
      http://estasmalmudate.com/

      Eliminar
  3. Olá Cherry, tudo bem? :)
    Eu sou nova aqui no teu blog, não o conhecia mas passei por aqui e adorei o teu conteúdo, a aparência do blog, tudo! Gostei imenso deste texto e eu concordo que existe sim um timing certo para tudo na nossa vida... Temos de lutar para atingir os nossos objetivos e nunca nos devemos precipitar nas decisões que tomamos pois muitas delas podem impedir-nos de chegar onde queremos! Portanto, eu super concordo com o teu ponto de vista, penso exatamente da mesma forma.
    Seguindo porque realmente gostei do teu cantinho e acredita que vou voltar muitas mais vezes, se puderes passa lá no meu blog também querida e caso gostes segue e comenta quero leitores fiéis, ficarei muito grata!
    Beijo ♥
    Alexandra's World

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, fico muito feliz por gostares :).
      Vou espreitar o teu cantinho então :).

      Eliminar
  4. Ola Linda, Concordo:) Bjs , Bom Domingo
    Newpost:http://openklosetfashion.blogspot.pt/2016/09/tinysand925-sterling-silver-charm.html#disqus_thread
    Instagram:@openklosetbykarina
    Snapchat:OpenKloset

    ResponderEliminar
  5. Existem momentos ideais por causa das condições que não podemos controlar mas acho que, no geral, não podemos ficar eternamente à espera do momento ideal. Percebo a tua reflexão e concordo mas acho que só se aplica em algumas situações e fases, não a considero regra :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, obviamente, não pretendo generalizar :), escrevi este post a pensar em determinadas situações, e em pessoas que se atiram a tudo de cabeça sem pensar nas consequências.

      Eliminar
  6. Há certas situações em que mais vale dar um tempo, até a oportunidade certa surgir. Atirarmo-nos de cabeça para tudo, não é uma boa opção, pois omomento pode não ser o mais apropriado.
    Beijinho
    Segui o teu blogue ^^

    ResponderEliminar
  7. Eu concordo contigo, acho que existem dias certos para fazermos certas coisas :)
    Como é óbvio pode acontecer acasos, de qualquer forma.

    ResponderEliminar
  8. Concordo contigo, o meu problema é mesmo não saber identificar esses timings. Nunca sei se agora é o timing, ou se talvez daqui a uns meses é que é. Tenho sempre medo de arriscar e estou constantemente a adiar esses timings....

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, o grande problema é esse, às vezes confundimos as coisas e perdemos oportunidades...

      Eliminar
  9. A minha maior dificuldade é mesmo perceber qual é o momento certo e os meus medos acabam muitas vezes por vencer à minha impulsividade.
    Parabéns pelo texto e pelo blog, vou voltar! :)

    Bjs, AM
    http://andreiamoita.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sinto exactamente o mesmo.
      Muito obrigada :).

      Eliminar
  10. Não tenho a menor dúvida disso. Para cada coisa existe o momento certo, por vezes pode ser hoje como daqui a uns dias. E é naquelas situações em que menos esperamos que devemos apostar! E a isso se chama checkmate!
    Beijinhos

    https://annahandtheblog.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora em mais, é mesmo essa a sensação que tenho quando acerto nos timings :).

      Eliminar
  11. Concordo contigo, só acho que as vezes não encontro os meus "timings"...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Às vezes também não consigo encontrar, é difícil :(.

      Eliminar
  12. Eu concordo, acho que para certas coisas na vida deve existir um timing.
    Beijinhos
    http://virginiaferreira91.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  13. Gostei da comparação das cartas e estás coberta de razão, mas é complicado saber quando é a altura certa para fazer algo.

    http://recomecar-mariana.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lá isso é verdade, é bastante complicado.

      Eliminar
  14. Por um lado, acho que está correcto. Existe o timing certo, por exemplo, para começar a sair à noite, para coisas mais concretas. Contudo, para ter filhos, p.e., não podemos estar infinitamente à espera do momento mais apropriado, desta forma, provavelmente, nunca os vamos ter! Entendes onde quero chegar?
    Acho que é uma reflexão sensata a que fizeste, porém, não a uso como regra!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Percebo perfeitamente o teu ponto de vista, mas se pensares bem mesmo para ter um filho é preciso ter timing. Obviamente que, se uma mulher tiver o sonho de ser mãe, não o deve estar sempre a adiar, mas não convém ter um filho logo após um curso ou numa situação financeira delicada, em que nem tem a certeza se se consegue manter a ela mesma, quanto mais a uma criança. Mas, tendo as condições minímas para tal, não deve adiar obviamente, não deve esperar pelo momento " perfeito".
      Obrigada :). Não é suposto usá-la como regra, há casos em que há timings e outros que não, é quase como tudo na vida, não há sempres nem nuncas.

      Eliminar
  15. concordo contigo, mas apenas em parte :p
    por um lado, acho que tens razão quando afirmas que certas coisas tem um timing, tal como o exemplo do produto no mercado ou da empresa. por outro lado, também acho que as pessoas gostam de atribuir timings a tudo, por exemplo "já tens 30 anos e só agora é que vais para a faculdade? ganha juízo, isso não é para ti", entre muitos outros exemplos. as pessoas devem perseguir os seus sonhos, independentemente da sua idade e dos timings que a sociedade lhes tenta impor.
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que os timings não se aplicam em todos os casos, e certamente não se aplicam nesse exemplo que referiste. Também sou da opinião que todas as pessoas devem seguir os seus sonhos, independentemente da idade. E é estúpido associar o estudo aos mais novos, estudar é bom em todas as idades, e podemos e devemos fazê-lo, se for essa a nossa vontade.

      Eliminar