!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

sábado, 27 de agosto de 2016

As diferentes maneiras de perguntar " Tudo bem?"


A maneira como as pessoas perguntam " tudo bem ?" diz muito sobre elas. Infelizmente, a maior  parte delas usa esta pergunta de forma retórica. Outra grande parte , além de usar a pergunta retoricamente, vai-se embora antes de sequer ouvir a resposta ( sim, normalmente são pessoas "conhecidas " com quem não temos qualquer proximidade, mas ao menos poderiam parar o vosso caminho para cumprimentar-nos por um segundo que seja?) Cada vez menos as pessoas se preocupam umas com as outras, só se preocupam com o sucesso delas e dinheiro, como se isso comprasse um lugar mais chique no céu.

Sou o tipo de pessoa que pergunta sempre "tudo bem?" de uma maneira genuína. É certo que inicio todas as SMS para os meus amigos com um " Olá, tudo bem?" mas não o faço apenas por educação, eu importo-me mesmo com essas pessoas, e se a resposta for " não, está tudo mal." eu estarei ali a ouvir essa pessoa, nem que seja por uns meros 5 minutos. Acho que não custa muito pedir a mesma atitude das outras pessoas.

Portanto, quando me fazem esta pergunta de forma retórica, a minha vontade era dar-lhes um murro na cara. É um pouco agressivo, mas era o que essas pessoas mereciam. Mas como não desço ao nivel delas, digo " sim e tu?" da maneira mais simpática e respeitadora que posso. Porque sei que não vale a pena confrontar a pessoa. Se essa pessoa não é capaz de fazer essa pergunta de forma honesta, também não será capaz de responder à minha confrontação, provavelmente vai fazer-se desentendida e fingir que não falei com ela.

Não me venham com o " politicamente correto" que, hoje em dia, muitas vezes esconde atitudes de hipocrisia. Dizer "olá" a uma pessoa, mesmo que não gostemos dela, é sinal de educação mas, na minha opinião, perguntar-lhe " tudo bem?" sem querer ouvir outra resposta que não sim já é hipocrisia. Prefiro que esqueçam essa pergunta é avancem para a conversa que querem, se não querem saber mesmo como estou.

Felizmente, também encontro pessoas que perguntam " tudo bem ?" de maneira genuína, e que às vezes nem precisam de saber a resposta, porque a lêem nos nossos olhos. Olho para essas pessoas como " pedras preciosas" , porque são raras, e cada vez menos existem pessoas assim, cuja vida está num turbilhão como a de toda a gente, mas no entanto reservam um tempinho para nos ouvir, nem que estejamos a contar a história , pela milésima vez,daquele rapaz/rapariga que nos partiu o coração. São essas pessoas que dão verdadeiro sentido à pergunta, e custa-me que tantas outras a usem em vão e por mera falsidade.
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png


11 comentários:

  1. Acho que muitas pessoas já perguntam "Tudo bem?" e não veem significado das palavras usadas. Só perguntam porque "é comum perguntar". E muitas vezes, mesmo a pessoa estando mal, vem a resposta mecânica do "Tudo sim". E junto com o 'Tudo sim', vem mais palavras que as pessoas não veem significado. O "E você?".

    Acho que ja falei muita besteira, tô indo embora. Abraços.

    ✯ Instagram ✯♮​✯ Blog Eu Sendo Assim ✯✯ Fan Page ✯

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não estás nada a falar besteira, estás a dar a tua opinião :).
      Infelizmente, isso é verdade, as pessoas já memorizaram a pergunta como se fosse algo que é suposto dizer, o que retira o seu verdadeiro significado.

      Eliminar
  2. A maioria pergunta "tudo bem?" e nem espera pela resposta...

    ResponderEliminar
  3. Este post fez-me pensar na maneira como falo com os meus amigos.. beijinho estou a adorar o blog.

    ResponderEliminar
  4. No meu passeio de ontem pela aldeia, cruzei-me com várias pessoas de cá (muitas delas, idosas) e parei sempre, pelo menos 5 min para conversar com elas. Foi tão bom!!
    As pessoas, tal como dizes, cada vez ligam menos às relações reais. Infelizmente as virtuais têm mais adeptos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Deviam existir mais pessoas como tu :). Todas as pessoas gostam de ser ouvidas e de se sentirem importantes para alguém, sobretudo as idosas que, são frequentemente desvalorizadas.

      Eliminar
  5. Sou como tu. Nunca pergunto «tudo bem?» em vão. Preocupo-me mesmo com as pessoas, mesmo com aquelas pessoas que já me fizeram menos bem. Olho-as nos olhos com intensidade e pergunto-lhes genuinamente se está tudo bem. Só depois de falarmos um pouco do bem-estar de cada uma é que inicio outra conversa. Uma vez o meu primo disse-me que era uma das coisas que mais gostava em mim: O facto de eu querer mesmo garantir que as pessoas estão bem e, caso não estejam, desejar mesmo ouvi-las.
    Já chega de pessoas que o fazem sem pensar, por isso, gosto de marcar essa diferença na vida das pessoas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto, deviam existir mais pessoas como tu, que marquem a diferença. Não podemos mudar o mundo nem a maneira de ser e de estar das outras pessoas, mas podemos ter atitudes que fazem diferença na vida das pessoas e estou a ver que já práticas isso :).

      Eliminar
  6. Aconteceu-me uma situação destas de "Olá tudo bem?" ainda esta manhã.. fico sempre com cara de parva, ainda vou a responder as pessoas já nem sequer estão à minha frente ... enfim ..
    Beijo ♥
    Trovoada dos Sonhos

    ResponderEliminar
  7. Acontece-me quase sempre responder a um "tudo bem?" de alguém que pergunta e segue.

    ResponderEliminar