!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

quarta-feira, 13 de julho de 2016

Lições que podemos aprender com " O Sexo e a Cidade"


A série e os filmes " O Sexo e a Cidade" tornaram-se um clássico por várias razões, como pelo estilo irreverente das protagonistas, pelo glamour, pelo ambiente de Nova-Iorque em que o enredo se desenrolava... A série e os filmes foram perfeitos em tantos níveis que seria muito difícil enumerá-los todos aqui.

Mas uma das melhores coisas do " O Sexo e a Cidade" foi, muito provavelmente, as lições de vida que aprendemos com as personagens.  Carrie, Samantha, Charlotte e Miranda ensinaram-nos lições sobre amizade, amor, vida e até de compras, lições essas que nunca nos esqueceremos e que marcaram a nossa vida de alguma forma.


1. Ser diferente é normal: Temos de resistir à pressão da sociedade de sermos todos iguais. Não somos e nunca o seremos. Ser diferente é normal. Não precisamos de seguir as tendências de moda ( podemos ter o nosso próprio estilo), não precisamos de constituir família aos 30 (só porque é o que todas as mulheres nessa idade o fazem)... Temos que ser fiéis a nós próprias e sermos aquilo que quisermos.

2. Compras podem ser consideradas um tipo de desporto: Já tentaram atravessar um centro comercial com 1929372 sacos de compras na mão? Fazer compras exige andar por aí com sacos pesados, exige percorrer uma loja inteira até encontrar o vestido perfeito, exige andar e andar até ter bolhas nos pés... Será que ainda têm dúvidas que compras seja um desporto?

3. Sexo sem amor é bom, mas sexo com amor é ainda melhor: Carrie e as suas amigas ensinaram-nos que não há mal nenhum em falar de sexo abertamente, não é nenhum tópico nojento, é completamente normal e deve ser discutido. Elas ensinaram-nos que sexo é (quase) sempre bom, mas quando é com amor é ainda melhor.

4. Lá por serem melhores amigas, não quer dizer que precisem de partilhar tudo: E isso aplica-se tanto a coisas materiais, como a crenças, ideias e segredos. São as nossas melhores amigas, não as nossas irmãs siamesas. Somos muito melhores amigas se respeitarmos as ideias uma das outras, e falarmos sempre que a outra está a fazer algo mal e cometer um erro. A nossa amiga vai agradecer-nos pela nossa honestidade.

5. As nossas melhores amigas são o amor da nossa vida: Eu costumo dizer que namorados vão e vêm, mas há amizades que são para sempre. É estúpido pensarmos que as nossas alma-gémeas são só os nossos namorados, quando na verdade são as nossas melhores amigas. São elas que sempre estiveram connosco em todas as situações, nos nossos desgostos amorosos, nas nossas frustrações, foram as nossas confidentes, protetoras e,em situações de assédios, as nossas namoradas lésbicas.

6. O teu namorado não precisa de ser perfeito: Até porque ninguém é perfeito, todos nós temos os nossos defeitos. O teu namorado só precisa de ser perfeito para ti. Não precisa de ser nenhum príncipe encantado nem nenhum deus. Se as vossas personalidades forem compatíveis , terem interesses comuns e ele respeitar-te e amar-te então são perfeitos um para outro.

7. É completamente aceitável colocarmo-nos em primeiro lugar de vez em quando: De vez em quando, precisamos de nos colocar em primeiro lugar, e fazer aquilo que nos faz feliz e lutar pelos nossos sonhos. Ou podemos simplesmente agir como a Samantha e divertirmo-nos um pouco.

8. Nunca vamos estar 100% satisfeitos com a vida: Vai haver sempre alguma coisa que vai faltar, alguma coisa que não correu tão bem, e vão existir sempre problemas pelo meio. Mas a vida é como uma montanha-russa, devemos aproveitá-la com todos os seus altos e baixos.

9. Não precisamos de um homem para sermos felizes: Os contos de fadas sempre nos transmitiram que só conseguimos ser felizes se tivermos um homem ao nosso lado, o que não corresponde de todo à realidade. Na verdade, nós não devemos depender de ninguém para ser felizes, porque se essa pessoa nos abandonar, a nossa felicidade será esmagada. A nossa felicidade é algo que vem do nosso interior e que é trabalhada todos os dias, nas nossas ações, atitudes e sonhos.

10. Mantêm-te sempre fiel a ti mesma: Numa sociedade cheia de estereótipos, "rótulos", preconceitos e "regras", mantermo-nos fiéis a nós mesmos é uma luta difícil de travar. No entanto, é necessário que, no meio da loucura toda em que o mundo anda, nunca nos esqueçamos de nós mesmas, que tenhamos uma vida que vá de encontro àquilo que nós queremos, aos nossos valores, crenças e sonhos.


E vocês? Que lições aprenderam com a série e os filmes?
 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

6 comentários:

  1. Excelentes dicas, concordo com todas :)

    ResponderEliminar
  2. 11. Nunca somos velhas demais para deixar o amor entrar!!!

    Consumo vezes e vezes sem conta todas as temporadas e ambos os filmes! Adoro-os. Aprendi tudo o que descreveste com elas.
    Foi a minha madrasta quem em pegou o gosto por estas 4 amigas e, na altura, disse-me que com diferentes idades, temos diferentes perspectivas dos episódios, contudo, os ensinamentos são quase sempre os mesmos.
    O ponto 5 é sem dúvida um daqueles com que concordo mais, amigas e amigos, se forem mesmo bons, podem ser os amores da nossa vida!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha, podia se esse o número 11, boa, nem me lembrei dessa :).
      Sim, acho que as perspetivas que temos dos episódios são diferentes consoante a idade. Talvez veja a série de novo para ver a maneira como a encaro desta vez :).

      Eliminar
  3. Na semana passada vi este filme e adorei. Tem um nome que nos põe a pensar se será que vale a pena ou não ver, mas acabamos por tirar muitas lições com este filme. :) Gostei bastante do nove.
    Nomeei-te para uma TAG criada por mim e por mais uma amiga http://mariana-a-desorientada.blogspot.pt/2016/07/the-not-homophobic-tag.html

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São três filmes, não sei se já viste os outros. É , da primeira vez que vi, também pensava assim, " será que vale a pena ver um filme com este nome?" xD.

      Eliminar