!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

domingo, 10 de abril de 2016

Aos bloggers que desistiram ( e aos que estão a pensar em fazê-lo)


Ultimamente, a blogosfera tem perdido muitos dos seus blogs. Obviamente que existem sempre blogs que começam numa semana e acabam na outra, mas está a acontecer um fenómeno mais preocupante, quase como uma epidemia: blogs que existem há anos, blogs esses geniais estão a desaparecer. Isto porque bloggers com muito talento acham que já deram tudo o que tinham a dar à blogosfera, que já escreveram tudo o que tinham para escrever e que dizem que o seu tempo na blogosfera acabou. Dia após dia, tenho cada vez mais lido este tipo de argumentos em blogs que seguia já muito antes de eu criar o meu e que me inspiravam.

Tenho constatado que esta época, de Janeiro a Maio, é a época que mais pessoas desistem dos seus blogs ( acreditem em mim, já vi isto acontecer o ano passado). Porquê? Porque é uma altura fria, em que a maior parte das pessoas estão a entrar em época de frequências/exames, estão em estágio ou simplesmente andam mais cansadas do trabalho que já fizeram ao longo do ano. Isto faz com que pessoas não-bloggers tenham menos paciência para ler blogs, o que faz com que o número de visualizações destes diminua. Por sua vez, os bloggers, que também andam ocupados, ficam ainda mais desmotivados ao ver os números ( por acaso as minhas visualizações só têm aumentado, mas tenho notado que a blogosfera anda paradinha). E esta desmotivação, estendida por alguns meses, leva muitos bloggers a desistirem. Isto é apenas uma teoria minha, mas sinceramente acho que é o que acontece.

Não quero que achem agora que estou a julgar as pessoas que desistem da blogosfera ou que estou a generalizar tudo. Não, não é essa a minha intenção. A blogosfera não é, de facto, para toda a gente, há pessoas que não foram feitas para manter um blog e escrever nele com regularidade. No entanto, escrevo este post com o objetivo de pôr as pessoas a pensar (principalmente os bloggers que estão a desistir ) se estão a desistir pelas razões certas ou se simplesmente estão a deixar-se levar por um período de menos inspiração. Pensem muito bem nisso! Passar por um período em que não temos inspiração nenhuma para escrever nem temos paciência para o blog pode ser bastante lixado! Leva-nos muitas vezes a achar que perdemos as nossas capacidades, que já não temos mais nada para escrever , que o nosso blog já não vale a pena. Todos nós já passámos por uma fase destas em algum momento do nosso percurso blogosférico. Mas sinto que existem pessoas que se apanham no meio de uma fase destas e não conseguem ultrapassá-la, fazendo com que ponham um ponto final nos seus blogs.

Estas perdas que temos sofrido deixam-me muito triste. De cada vez que um blog genial acaba, a blogosfera sofre ( muito) com isso. A blogosfera só funciona bem em comunidade, aliás só faz sentido se for em comunidade, com partilha de ideias, experiências, pensamentos e sonhos. Assim, quando perdemos alguns dos seus membros, ficamos em sofrimento.

Para terminar, quero deixar uma mensagem: bloggers que querem desistir, pensem muito bem antes de o fazer. Pensam nas vossas verdadeiras razões, se estão a desistir pelas razões certas ou se estão a deixar-se levar por uma fase menos boa, sem inspiração. E aos bloggers que ainda não desistiram, vamos fazer um esforço para dar mais vida à blogosfera, pois esta tem andado muito paradinha.


Qual é a vossa opinião sobre o assunto? O que acham que leva muitas pessoas a abandonarem os seus blogs?

 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

31 comentários:

  1. Eu acho que é o facto de não terem o reconhecimento devido,como ter atividade no blog o visualizações...Este facto faz com que percamos muito a motivação para os post e eu tenho sofrido um pouco disso,pois as minhas visualizações e comentários têm parado um bocado e desmotiva...
    Só espero que não me dé na cabeça e desista!
    Beijos
    Cantinho da tequis
    Facebook Cantinho da tequis

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A blogosfera é tão grande que alguns blogs acabam sempre por ter menos visualizações e não terem i reconhecimento devido. Passo a vida a dizer que existem blogs tão bons que mereciam ser famosos mas não são, e existem blogs famosos que uma pessoa nem percebe como é que o são.
      Tenho a certeza que ainda vais conseguir ter mais visualizações. Não te deixes enganar pelo número de comentários, eu às vezes tenho poucos comentários num post, e vou a ver é um post muito visualizado. Eu leio o teu blog muitas vezes :), mas raramente comento por preguiça de fazer log in, shame on me.

      Eliminar
    2. Eu sei que são apenas números,mas é algo que faz com que dê motivação para continuar.
      Disseste uma grande verdade!Tantos blogs fabulosos que não têm reconhecimento e depois vamos ver alguns com mais reconhecimento e não sabemos como aconteceu...
      Hahaha não faz mal, eu sei que a preguiça atraiçoa-nos mas é sempre bom ter um blog que tenha atividade,até nos enche o coração (no meu caso por exemplo)!
      Beijinhos

      Eliminar
    3. Eu sei que são apenas números,mas é algo que faz com que dê motivação para continuar.
      Disseste uma grande verdade!Tantos blogs fabulosos que não têm reconhecimento e depois vamos ver alguns com mais reconhecimento e não sabemos como aconteceu...
      Hahaha não faz mal, eu sei que a preguiça atraiçoa-nos mas é sempre bom ter um blog que tenha atividade,até nos enche o coração (no meu caso por exemplo)!
      Beijinhos

      Eliminar
    4. O posts é muito bom!
      No meu caso não é bem desistir,muitas vezes é falta de vontade porque o meu blogue não vai de acordo com os outros. O meu blogue é mais ou menos um mundo para mulheres negras em geral e como tal é diferente e muitas vezes as pessoas não gostam de coisas diferentes.As mulheres negras também não estão muito habituadas a isto.
      Confesso que muitas vezes tenho vontade de desistir mas vou deixando em aguas de bacalhau e vou escrevendo quando me aptece.

      Eliminar
    5. Tequis, eu também adoro quando o meu blog tem atividade, quem não adora? :)
      Elsa, eu gosto de blogs diferentes e acho que não deves ter um blog em do potencial público. Em primeiro lugar, o blog é escrito por ti e para ti, só depois é que deves tentar agradar aos outros :).

      Eliminar
  2. A vida muda e há certas rotinas e atividades que deixam de fazer sentido; escrever num blogue poderá ser uma dessas "tarefas" que fica cortada no meio de agendas preenchidas e novas etapas. De certa forma compreendo, já passei por várias fases de vida desde que cheguei à blogosfera e nem sempre é fácil conciliar tudo. Depende sempre do tipo de blogue, da gestão de tempo, da personalidade e dos objetivos que cada um tem.
    Pessoalmente não tenciono eliminar o meu blogue ou deixar de escrever apesar de estar numa fase mais complicada mas, mais do que encontrar tempo e ideias, eu acho que a motivação é essencial e numa blogosfera parada, sem feedback e sem grandes novidades para ler, é mais difícil ser produtivo (eu tenho sentido isso, pelo menos... apesar das visitas se manterem, os comentários têm sido residuais e isso influencia a minha vontade de partilhar as minhas publicações, obviamente, ainda que não influencie realmente o número de publicações que partilho).

    Sinceramente, quando alguém quer desistir do blogue, eu apoio e nunca peço para não o fazerem. Peço que regressem, isso sim! Há coisas que devem ser feitas em determinada fase e que depois perdem o valor ou o significado. E às vezes é preciso largar este mundo para voltar uns meses mais tarde. Seja por falta de inspiração, falta de tempo ou mudança de objetivos pessoais/profissionais, os que por aqui gostam de estar irão regressar mais tarde ou mais cedo. E se para isso acontecer têm de eliminar o blogue - como eu também já fiz - ou remodelá-lo completamente, então que seja dessa forma para que um dia voltem cheios de energia e ideias. Forçar a escrita e a manutenção dum blogue que já não traz alegrias e que é um fardo só prejudicará ambos - o blog e o blogger.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o teu ponto de vista. A vida está sempre a mudar, e não sabemos como vai ser o futuro, ou mesmo se os nossos blogs terão lugar neste. Também sei que certas pessoas não conseguem conciliar o blog com trabalho e tantos problemas que possam estar a passar numa determinada fase da vida. Eu própria às vezes tenho dificuldade em gerir o tempo, e entre a faculdade e o blog, acabo por escolher a faculdade. Sei que por vezes é difícil e compreendo as pessoas que desistem dos seus blogs por esses motivos.

      No entanto, sinto que a blogosfera está a passar por uma fase de desmotivação geral, que acaba por ser um pouco contagiante. E no meio disto tudo, há pessoas que sentem-se desmotivadas e acabam por desistir de forma precipitada sem pensar muito no assunto. Não estou a querer generalizar, porque sei que, no caso do Jota,por exemplo, ele certamente terá refletido muito no assunto, mas sinto que há bloggers que não pensam e tomam decisões precipitadas.

      Fico feliz por saber que não tencionas desistir do teu blog. Li o teu post do outro dia e fiquei preocupada, pois pensava que ias desistir. Se desistisses, respeitava a tua decisão, mas seria uma pena, pois tens tanto jeito para escrever e fazes sempre posts interessantes :) ( se quiseres, também podes escrever sobre lugares bonitos no teu blog).

      Apesar de poder não compreender quem desiste, obviamente que os apoiarei sempre. Só as próprias pessoas é que sabem o que sentem e o que é melhor para elas, não me quero pôr aqui a julgar ninguém. Fiz este post essencialmente com o intuito de pôr as pessoas a pensar se estão mesmo a desistir pelas razões certas, e se não estão a tomar decisões precipitadas. Se depois de lerem o meu post, alguns bloggers ainda quiserem desistir têm todo o meu apoio.

      Eliminar
  3. É sempre um bocadinho revoltante quando alguém que já seguimos há imenso tempo decide deixar-nos para sempre.
    Já senti isso várias vezes, principalmente quando voltei à blogosfera uns aninhos depois de ter parado e vi que metade da minha gente tinha desistido.
    Porém, há muita gente que depois regressa e outras novas pessoas que vêm dar uma nova vida à blogosfera. Nunca irão preencher aquele cantinho do nosso coração, mas completam o ciclo blogosférico trazendo coisas novas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não diria revoltada, mas fico muito mas muito triste, como se me tivessem arrancado uma parte de mim :(.
      Lá isso é verdade, às vezes esses bloggers regressam e trazem uma lufada de ar fresco à blogosfera.

      Eliminar
  4. Nunca nos anos anteriores senti a blogosfera tão parada como este ano e com o abandono do blog que apreciava. A verdade é que também eu já pensei desistir de tudo isto, mas ainda não o fiz. Não só porque gosto deste mundo mas também porque acho que às vezes são apenas fases. Nessas alturas mais vale fazer-mos pausas e voltar depois. Seja num novo blog ou no mesmo. Este meu blog, o terceiro, sinto que é mais meu, no entanto não sinto isso no feedback e faz com que me sinta menos motivada, no entanto tenho-me mantido focada para continuar os meus objetivos, uns dias melhor, outros pior

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu estou a sentir muito isso, a blogosfera tem andado mesmo muito paradinha. Eu também já houve fases em que me senti desmotivada, não cheguei a pensar sequer desistir porque adoro muito este mundinho, mas tal como tu pensei que era só uma fase e que iria passar.
      Por vezes, alguns blogs não recebem o reconhecimento que merecem, como já disse num comentário acima.

      Eliminar
  5. Antes de ter criado este blog que tenho agora, e na altura em que mal se ouvia falar de blogs, tive um outro durante muitos anos. Já tinha conquistado a minha audiência, tinha textos fantásticos (modéstia à parte) e o blog estava a ir bem. No entanto, já muita gente (família e gente que não queria) o conhecia e visitava. Entrei no mercado de trabalho numa empresa mais séria, e ter o meu nome escarrapachado na internet, ainda por cima ligado a um blog cheio de babuseiras fez-me acabar com ele. Apaguei-o e com ele apaguei muitos textos a que hoje gostaria de voltar a ter acesso. Arrependo-me muito, e o conselho que posso dar a quem esteja a pensar desistir é: Não desistam! Façam uma pausa se assim o entenderem, deixem o bicho a marinar por uns tempos, mesmo que sem conteúdo, mas não desistam dele, não o apaguem, porque tenho a certeza absoluta que o bichinho e a vontade de escrever e de comunicar com a blogosfera, nunca vai desaparecer.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada por partilhares a tua experiência. Tenho a certeza que muitos bloggers retirarão uma lição da tua história :). Ainda bem que voltaste para a blogosfera, és a prova viva que podemos corrigir os erros do nosso passado e recomeçar de novo.

      Eliminar
  6. Acho que por vezes as pessoas perdem o interesse :)

    ResponderEliminar
  7. Apercebi-me do mesmo, aliás, ainda ontem falei disso. Nesta altura do ano as pessoas costumam sempre abandonar os blogs, seja pela universidade (época de exames) ou trabalho. Chega ao Verão e voltam todos em força haha. Mas sim, sinto o mesmo, a blogosfera está muito parada, e tem-se reflectido nas minhas estatísticas. Pessoalmente, é extremamente frustrante, mesmo estando a trabalhar e sem muito tempo, escrever publicações para terem apenas dois comentários e meia dúzia de visualizações. Quem é que se sente motivado assim? Enfim, é uma fase e como todas as outras, eventualmente passa. Apesar desta situação actual, acabar com o blog não é uma opção. Aposto que mais cedo ou mais tarde as pessoas se arrependem disso.

    Ricardo, The Ghostly Walker.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pensava que era a única a achar isto. Pois, no Verão é que a blogosfera anda a bombar, o resto do ano anda mortinha :(. Compreendo-te perfeitamente, para mim também é bastante complicado conciliar o blog com a faculdade, e quando recebo menos visualizações, também fico frustrada. Mas isto são apenas fases menos boas, não é isto que me levaria a eliminar o blog :).

      Eliminar
  8. eu gosto imenso da blogosfera porque sinto que somos mesmo uma comunidade que só funciona com a partilha mutua de informações e, consequentemente de afeto. É tão triste quando visito um blog e vejo que está completamente abandonado. Confesso que não escrevo no meu com a frequência que desejava mas, mesmo assim, faço um esforço para o atualizar sempre que posso e espero que este fenómeno pare o mais depressa possivel :c
    beijinhos

    http://umacolherdearroz.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo :). Adoro a blogosfera, e gostava de lhe dedicar mais tempo do que dedico, mas com a faculdade não dá para mais...

      Eliminar
  9. Nunca tinha pensado muito bem neste tema, mas gostei da tua teoria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É algo que já reparei no ano passado...

      Eliminar
  10. É verdade que a blogosfera anda mesmo muito parada, infelizmente! Mas, falando por mim, eu durante a semana é quase impossível vir cá e muitos dos fins de semana são passados a estudar intensivamente, de vez em quando venho cá mas não com a regularidade de antes e isso provavelmente passa-se com outros bloggers que tem trabalho ou tem de estudar e nem sempre dá. E depois há sempre vários motivos além desses como entrarem numa nova fase de vida e terem de deixar para trás isto ou falta de visualizações ou comentarios ...há varias causas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo perfeitamente, e como mais gente deve estar na tua situação, deve ser essa a razão porque a blogosfera anda tão parada.
      Claro que há sempre vários motivos, mas por vezes sinto que certas pessoas tomam decisões precipitadas...

      Eliminar
  11. No meu caso estou na mesma! Com tantas mudanças tenho abandonado o barco um bocado e para escrever no meu blog acabo muitas vezes por ignorar os outros. Mas agora espero manter-me um bocadinho mais regular.

    Mas é normal que os blogs mexam: uns morrem, outros nascem.. e muitas vezes criados pelas mesmas pessoas com outros nomes. Beijinho! E repara: este teu texto mexeu bastante! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também sofro um bocado desse mal, para ter mais tempo para o meu blog não comento com tanta frequência os outros, apesar de ler sempre, o que pode contribuir para a frustração dos mesmos :(.
      Obrigada :). Já reparei que mexeu muito, este post já está a bater recordes de visualizações.

      Eliminar
  12. Falo por mim e talvez por muitos outros bloggers: a verdade é que é muito difícil conciliar a escrita num blogue com o trabalho ou os estudos. E muito especialmente quando se recebe pouco crédito ao fazê-lo. Acabamos por nos afastar cada vez mais da blogosfera. Ou às vezes descobrimos que os nossos interesses mudam. E eu digo isto sendo uma blogger que já vai no seu terceiro blogue ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo o que tu dizes. Eu também sinto essa dificuldade, no meu caso é conciliar a faculdade com o blog. Também sinto que por vezes não temos o reconhecimento merecido, mas como eu gosto sobretudo de escrever para mim própria, continuo por aqui :).

      Eliminar
  13. Falo por mim e talvez por muitos outros bloggers: a verdade é que é muito difícil conciliar a escrita num blogue com o trabalho ou os estudos. E muito especialmente quando se recebe pouco crédito ao fazê-lo. Acabamos por nos afastar cada vez mais da blogosfera. Ou às vezes descobrimos que os nossos interesses mudam. E eu digo isto sendo uma blogger que já vai no seu terceiro blogue ;)

    ResponderEliminar
  14. Eu comecei com meu blog em 2010, nessa época aqui no Brasil hoouve uma explosão de blogs, todos queriam ser blogueiros. Na época eu escolhi um nicho e segui com ele até outubro do ano passado, quando finalmente resolvi mudar e extender minhas possibilidades e o tornei um blog pessoal.
    Durante esses seis anos vi blogs que eu amava simplesmente desaparecer, blogs que eram enormes e maravilhosos, eu fico com aquele sentimento de saudades e tristeza.
    Meu blog no momento está parado, estou me formando e não sei se aí em Portugal tem, mas aqui no Brasil tem um Trabalho de Término de Curso e além de fazer ainda tem que defender para uma banca! É tenso!
    Bjus
    Fabi

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu escolhi logo desde o início ter um blog pessoal precisamente por isso, por ter infinitas possibilidades de coisas para escrever, sem restrições :).
      Infelizmente, também vi isso acontecer aqui em Portugal, é sempre uma enorme tristeza para mim.
      Aqui em Portugal também se faz isso, chama-se Tese, e também existem defesas de teses, embora este último não seja comum a todos os cursos.

      Eliminar