!-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

Life Update: Matrícula na Universidade e primeiro dia de praxe.


Esta semana tem sido uma semana em grande. Tenho pensado muito nesta semana que todo o esforço, dedicação e estudo destes anos forma finalmente recompensados. É como se eu tivesse sido um insecto este tempo todo, e agora tenha começado a entrar em metamorfose, para me transformar numa borboleta e começar a  bater asas em direção os meus sonhos.

Esta segunda-feira foi o primeiro dia de matrículas na Universidade do Minho e também foi o dia em que me inscrevi. Estive para me ir inscrever só na quarta, para apanhar menos fila, mas o primeiro dia tem sempre muito mais emoção, portanto foi no primeiro dia em que eu fui.

Na Universidade do Minho, para quem não sabe, as faculdades estão todas juntas num único sítio ( no Campus de Gualtar), e não há dias própios para as matrículas de cada curso, portanto aquilo foi mesmo "tudo ao molho e fé em Deus". Eu já tinha sido avisada que iria apanhar muito fila no primeiro dia, mas eu não sabia que "muita fila" significava 500 pessoas à minha frente! Quando cheguei à Universidade no primeiro dia, por volta das 10 horas ( meia hora após as matrículas terem começado) já estava ali uma população!

Adiante, entrei na Universidade, um pouco intimidada com a imensidão do lugar e com o nervosismo típico dos caloiros no seu primeiro dia , e colam-me logo um autocolante antes de me perguntarem sequer para que curso que ia. Depois fui direcionada para uma fila para preencher uns papeis, e depois tive que ir para outra sala completar a matrícula, só que entretanto perdi-me, mas um professor de lá (acho eu) rapidamente me pôs outra vez no caminho certo. Entretanto conheci umas raparigas, também caloiras, que não eram do meu curso, mas que eram muito simpáticas e que me acompanharam no resto da fila. No total, estive 3 horas na fila! 3 horas! Já estava cheia de sede e de fome.

Bem, à saída da Universidade, fui apanhada pelos "Doutores" do meu curso ( e eu pensei " Finalmente, já estava a ver que não vos ia encontrar"). Pintaram-me logo a cara, perguntaram-me o meu nome , perguntaram-me se queria pertencer à praxe e eu disse que sim. Depois perguntaram-me se eu tinha alergias, algum problema de saúde e eu disse que não. Pediram-me então o número para me contactarem mais tarde.

Depois do dia das matrículas, tinha ficado com a impressão de que os "Doutores" eram simpáticos, amigos e preocupados realmente com os caloiros. Mas eu, tal como muitas pessoas, fui bombardeada por histórias de primos meus sobre as praxes, por medos dos meus pais, e até pelas própias notícias da comunicação social. Portanto sim, apesar de ter achado os meus "Doutores" simpáticos, ainda tinha muito medo da praxe, mas pensei em dar-lhes uma oportunidade. Já aconteceram muitas coisas, mas nunca ninguém morreu no primeiro dia de praxe.

Na noite de segunda feira, recebi uma sms a dizer que iria ter praxe no dia a seguir. Fiquei surpreendida, porque ainda a semana das matrículas não ia a meio mas já nos estava, a marcar praxe. Pensava que ia ter uma semana inteira para me preparar psicologicamente! Mas não, tive que  ganhar coragem e encarar a realidade.

Lá fui eu , no dia a seguir, à hora marcada encontrar-me com os " Doutores". Já lá estavam muitos caloiros ao lado dos "Doutores", a abrigarem-se da chuva. Começaram a perguntar os nossos nomes, e , antes de começar, disseram que não estavam ali para lixar ninguém e que quem não se sentisse bem em fazer alguma coisa, que dissesse e não fizesse.

Apesar do medo, estava com uma leve esperança de que iria gostar da praxe e sabem que mais ?Gostei  mesmo!O ambiente foi leve, divertido, cantámos, aprendemos o hino do nosso curso, apresentámo-nos ao grupo e cada um falou um pouco sobre si e contou também uma história engraçada sobre si. Não houve humilhações, choros nem vergonha. Só houve risos, quando os "Doutores"o autorizavam ,claro (mas nesse caso  sem mostrar os dentes, que os "Doutores " não querem ver os nossos dentes "amarelos" xD) ,muitos gritos (eu saí de lá rouca), e muito orgulho no nosso curso. 

O que mais me admirou na praxe  é que os nossos "Doutores" pareciam preocupar-se mesmo connosco. Não nos deixavam apanhar chuva,  levavam um kit de primeiros socorros, davam-nos uma pausa para lancharmos e bebermos água...  Antes de fazer qualquer tipo de brincadeiras, verificavam sempre que estávamos em segurança e que não tínhamos nenhum problema de saúde que nos impedisse de realizar determinada "tarefa"...

No final, saí do meu primeiro dia de praxe com novos amigos, com muito orgulho do meu curso, um pouco cansada de tanto cantar e de fazer flexões, mas saí de lá sobretudo com uma felicidade enorme, que já não sentia há muito tempo.

(Isto é a opinião de uma pessoa que só foi a duas praxes, mas tenho um feeling que vou gostar da praxe.)


Quem entrou para a Universidade, o que estão a achar? Já tiveram praxes?


 photo assinatura_zpsrhqg6p3f.png

22 comentários:

  1. Ainda não fui praxada meh meh porque estava a chover no dia da matrícula! Mas estou mil ansiosa!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que te corra bem e que gostes :). Boa sorte.

      Eliminar
  2. Também entrei na UMinho! Em curso estás? :)

    ResponderEliminar
  3. Na verdade, eu ando a praxar os caloiros que entraram este ano para a universidade onde estudo :P acho que a praxe é realmente uma parte muito significativa da vida académica, por isso aproveita ao máximo e não tenhas medo nenhum que "eles" não te mordem!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também acho que a praxe é muito importante para a integração dos novos alunos, por isso vou mesmo aproveitar ao máximo :)

      Eliminar
  4. ainda não fui praxada, mas entragaram-me logo uma carta quando saí a informar-me do dia e hora a que tenho que me apresentar lá! tb estou muito entusiasmada para experimentar, parece muito fixe e as pessoas que vieram ter comigo também pareciam muito simpáticas!
    beijinhos, Noelle :) http://supergirlinconverse.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  5. Na minha faculdade as primeiras semanas há praxes todos os dias, porque não há aulas para os caloiros e assim podem conviver, sem se prejudicarem :)

    Eu já fui praxada e já praxei, não gostei muito de nenhum, mas isso depende de faculdade para faculdade e até mesmo de curso para curso. Ainda bem que estás a gostar :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha universidade aqui também estou a ter praxes todos os dias :).
      Pois é, depende muito de universidade para universidade, há praxes boas e há praxes más, depende dos sítios e das pessoas também...

      Eliminar
  6. Cherryamiga

    Entre o fitness e o livro da cozinha goesa, ainda tive um tempinho para passar por aqui e mais uma vez o digo: acho que fiz muito bem Esta descrição do teu primeiro dia na Universidade do Minho (que conheço e até lá fiz uma palestra sobre a preparação dos tugas para o €uro) é digna de uma antologia; deliciosa escrita: só tu a podias fazer Muitos parabéns (mais outros)

    Na TRAVESSA podes encontrar um textículo com o título Comecei a treinar e outro que reza Cozinha goesa SABOR MORENO Tens deir lá ver e comentar, antes que comecem as aulas a sério hahahaha

    Qjs do cota Leãozão

    NB . Fui praxado em 1958; ui, foi há tanto tempo...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada :). Passarei já pelo seu blog para ler esses textos, estou curiosa :).

      Eliminar
  7. Parece que te divertis-te muito, e ainda bem.

    ResponderEliminar
  8. Fico feliz por teres-te divertido!
    wonder--journal.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Que te corra tudo bem querida. e Boa sorte.
    Beijinho

    http://thegoldprint.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  10. Ainda bem que gostaste da praxe e que te estás a divertir na faculdade :)
    Gi
    http://agridoceblog.blogs.sapo.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou a gostar muito da praxe, do curso, das pessoas ,.. Acho que está a ser muito fixe :)

      Eliminar
  11. fui este ano para o 2º ano e adorei a praxe na UM no ano passado. foi das melhores coisas que passei durante o ano, sem dúvida. em que curso estás?

    ResponderEliminar